Publicidade
Especial
Especiais

O avanço do mercado óptico

A Marchon Eyer, uma das maiores fabricantes de óculos de sol, vê em Manaus potencial de consumo para seus produtos  27/10/2013 às 19:49
Show 1
“Assim também podemos atender melhor o nosso cliente em termos de venda, assistência técnica e logística”, frisou o CEO da empresa.
Olívia de Almeida Manaus (AM)

Indispensável para a saúde dos olhos, seja em dias de sol ou para fazer uso de lentes corretiva, os óculos ganha cada dia mais adeptos e conquista o posto como acessório da moda com os inúmeros modelos, cores e preços que cabem em todos os bolsos, fator que fez com que o mercado óptico alavancasse as vendas nos últimos anos. Comemorando essa tendência está a americana Marchon Eyer Inc.,que é considerada uma das maiores designers, fabricantes e distribuidoras de armações e óculos de sol do mundo, que somente no último ano investiu R$ 1,5 milhão e cresceu 200% nos últimos dois anos, e vê em Manaus potencial de consumo para seus produtos.

A empresa possui 30 anos de mercado, com sede em Nova Iorque, e está presente em mais de 100 países com escritórios locais, incluindo um no Brasil, em São Paulo, que distribui os produtos para o restante do País. Além disso, possui centros de design na Itália e em Nova Iorque, três fábricas (Itália, Japão e China) e quatro centros de distribuição (Amsterdam, Hong Kong, Tóquio e Veneza).

Marcas No Brasil, a Marchon comercializa seus produtos de forma direta sob marcas de grande prestígio tais como: Calvin Klein Collection, Chlóe, Diane Von Furstenberg, Dragon, Emilio Pucci, Fendi, Jil Sander, Karl Langerfeld, Lacoste, Michael Kors, Nike, Salvatore Ferragamo, Valentino, Marchon NYC, Flexon e Airlock.

E segundo o CEO da Marchon, Luca Dalla Zanna, que estava essa semana em Manaus para visitar clientes varejistas, a capital amazonense é considera uma das melhores praças do país no ramo óptico, chegando esse ano a registrar o triplo de crescimento comparado ao ano passado. “As lojas daqui são bonitas, muito bem posicionadas, sabem expor o produ to de maneira muito profissional para atrair o consumidor. Além disso, a cidade é a sexta em termo de PIB e possui inúmeras indústrias, portanto tem potencial até de ter um mercado muito mais desenvolvido de que possui hoje”, disse.

Ele conta que costuma vir à Manaus duas vezes por ano, o que a confiança na fabricação e qualidade do produto. “Procuramos sempre fazer uma avaliação do grau de satisfação dos lojistas, porque isso dá a certeza de que se um dia o consumidor dele vier a ter um problema com um de nossos produtos, ele contará conosco para solucionar”, afirma Zanna.

Um dos diferenciais da Marchon é não está disponível em todos os estabelecimentos, estratégia que garante ao lojista se destacar dos demais. 

Acessível as classes

Os óculos da fabricante são comercializado a partir de R$ 300 e as facilidades de pagamento oferecidos pelos estabelecimentos, como crediário próximo ou parcelamentos sem juros são alguns dos fatos que fazem com que o produto torne-se acessível a todas as classes sociais. Para se ter uma ideia, a Abióptica (Associação Brasileira da Indústria Óptica), apontou que as classes B e C representam 86,9% do mercado consumidor de óculos no país. Armações de óculos (incluindo óculos de sol) representam 66% .

Atualmente a tendência é o acetato (plástico) são resistentes e proporcionam um ótimo ajuste no rosto, já que a ausência de ponteiras nas hastes e das plaquetas na região nasal proporciona uma superfície plana e confortável., e o material representa 70% dos produtos existentes no mercado. “Enquanto antigamente as armações de metal representavam até 80% do mercado, hoje o consumo teve uma invertida, acredito inclusive que seja um tendência que deve continuar pelos próximos anos”, comenta Luca Zanna.