Publicidade
Especiais
Especiais

Obras em ritmo acelerado

Meta das incorporadoras é avançar na execução dos projetos e zerar o estoque de unidades que estão disponíveis para venda no Adrianópolis, Dom Pedro e Ponta Negra. 30/09/2012 às 20:13
Show 1
Empreendimentos imobiliários em Manaus seguem os cronogramas de entrega
Jornal A CRITICA Manaus (AM)

Após o lançamento de mais de dez empreendimentos nos últimos três anos, as incorporadoras PDG e Aliança estão focadas na aceleração das obras e no cumprimento dos prazos de entrega. Parceiras desde 2007, as empresas comemoram os resultados alcançados no mercado imobiliário de Manaus.

Já em 2013, a PDG e a Aliança farão a entrega do primeiro empreendimento da parceria, chamado Singolare. Com 216 unidades habitacionais de 132 e 157 metros quadrados, a torre está localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro (antiga Recife).

Segundo o diretor da PDG na região Norte, Luiz Sérgio de Araújo, as empresas possuem um total de 12 empreendimentos lançados no Adrianópolis (conjunto Morada do Sol), Dom Pedro e Ponta Negra. “Desse total, dez estão com obras iniciadas. Algumas estão com 70% de execução”, destaca.

No Morada do Sol, a presença das incorporadoras pode ser facilmente notada na Avenida Via Láctea, onde está sendo erguido um complexo de condomínios formado por cinco residenciais independentes, que foram inspirados no estilo de vida da cidade de Miami, uma das mais frequentadas pelos amazonenses nos Estados Unidos.

A relação entre os condomínios e o Estado da Flórida está estampada até no nome dos empreendimentos: Bayside, Coral Gables, Palm Beach, Key Biscayne e Unique. “Nos inspiramos no conceito de viver em Miami. Isso pode ser visto na decoração dos empreendimentos, na pista de caminhada, no boulevard e na vida independente que o morador terá dentro do seu condomínio, com uma infraestrutura completa de lazer”, explica o presidente da Aliança, Flauber Santos.

Os empreendimentos do Morada do Sol estão entre os que ainda oferecem unidades para comercialização. O estoque possui apartamentos de 71 a 202 metros quadrados.


Paradise

Outro complexo desenvolvido pela PDG e a Aliança é o Paradise, localizado na avenida Pedro Teixeira, no Dom Pedro. Com quatro residenciais (Sky, River, Lake e Sunrise), o empreendimento ainda tem apartamentos para venda, que variam de 64 a 101 metros quadrados. Para quem tem preferência por uma moradia na Ponta Negra, as empresas possuem dois empreendimentos nas proximidades do novo shopping. Um deles é o River Side, com algumas unidades de 66 metros quadrados disponíveis, e o outro é o Reflexo, formado pelos residenciais “Águas” e “Luzes”. No Reflexo Luzes, os apartamentos possuem 114 metros quadrados, com vista para a praia da Ponta Negra. Já no Reflexo Águas, as unidades comercializadas têm de 66 a 88 metros quadrados.

Credibilidade e expertise fortalecem parceria

Como resultado, empresas lançaram mais projetos de qualidade Luiz Vasconcelos Flauber Santos (à direita), Daniel Santos e Luiz Sérgio em estande de vendas A parceria entre a PDG e a Aliança - empresa amazonense fundada há 14 anos - é avaliada pelos gestores como um marco para a cidade. Para o presidente Flauber Santos, que dirige a empresa com o filho e sócio Daniel Santos, foi essa parceria que viabilizou o lançamento de um volume maior de empreendimentos.

“Tivemos a condição de oferecer mais lançamentos no mercado. Aliamos a qualidade e a confiabilidade da Aliança, que já eram reconhecidas no Estado, com a atuação de uma empresa de grande porte nacional, que é a PDG”, enfatiza Flauber.

Segundo Luiz Sérgio, a Aliança traz para os projetos uma contribuição fundamental, sobretudo no que diz respeito ao conhecimento do mercado local. “O grande diferencial da parceria é que conseguimos juntar o conhecimento das necessidades do manauara, com relação a conforto, desejo de localização e necessidade de lazer, com a capacidade de desenvolvimento de soluções arquitetônicas e financeiras da PDG”, frisa.

Juntas, PDG e Aliança geram em Manaus mais de 3 mil empregos diretos. Atualmente, 24 torres de apartamentos estão com obras iniciadas e devem ser entregues entre 2013 e 2014.


Estabilidade e crédito

Na avaliação do presidente da Aliança, a estabilidade econômica do País e a disponibilidade de crédito são dois fatores que impulsionam o setor. Para aproveitar o atual cenário sem complicações, ele orienta que o consumidor elimine dívidas pendentes antes de solicitar o crédito junto ao sistema financeiro . “Os bancos estão mais exigentes na análise de crédito”, pontua Flauber.

Manaus é prioridade

Sediada no Rio de Janeiro e com atuação em 19 Estados brasileiros, a PDG elegeu Manaus como uma das cidades prioritárias no Norte. Luiz Sérgio observa que a capital é um dos principais focos na região.

“A demanda é forte e estar com uma sede em Manaus é determinante. O cliente hoje entende melhor a facilidade de crédito. Há uma grande oferta de opções de moradia e uma concorrência entre os bancos para a oferta de juros mais baixos, o que não existia há dois anos”, destaca.

Além da parceria com a Aliança, a PDG possui projetos exclusivos na cidade. Um deles é o Vista do Sol, situado no Morada do Sol, que será entregue até o fim deste ano, com um total 216 unidades de 138 metros quadrados. O outro empreendimento 100% PDG é o View, na Ponta Negra. Formado por duas torres de apartamentos, o residencial tem entrega prevista para 2013.