Publicidade
Especiais
Especiais

Ocorrências registradas durante o Festival de Parintins 2012 diminuiram 4% com relação ao ano passado

No total de ocorrências de 28 de junho a 1º de julho houve redução de 4% neste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 299 em 2011 contra 287 neste ano 02/07/2012 às 12:24
Show 1
A Operação Parintins 2012 envolveu todos os órgãos do sistema de Segurança Pública do Estado (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Detran, Corregedoria-Geral e Ciops) e foi coordenada pela SSP/AM, tendo o apoio da UGP Copa
Paulo André Manaus

A exemplo do ano passado não foram registrados homicídios durante os três dias do 47º Festival Folclórico de Parintins (a 325 quilômetros de Manaus). No entanto, o número de casos de roubos e furtos teve elevação neste período, conforme balanço da Operação Parintins apresentada nesta segunda-feira (2) pelos órgãos do sistema de Segurança Pública do Estado (polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito, Corregedoria Geral e Ciops) e coordenada pela Secretaria de Segurança Pública com apoio da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP Copa).

Os números sobre a Operação Parintins ainda não são definitivos pois o que foi divulgado ainda pode ser somado às ocorrências de última e que ainda estão sendo finalizadas pelos órgãos de segurança.

Neste ano foram registrados 7 roubos contra 5 do ano passado. Já o número de furtos saltou de 8 em um ano para 19 atuais. Uma lesão corporal seguida de morte não foi considerada como homicídio pelas autoridades por se tratar de um crime passional – uma mulher esfaqueou e matou seu marido. Nos dois últimos anos não ocorreram casos de latrocínio e estupro.Neste ano foram 25 lesões corporais registradas contra 32 de 2011.

Durante os três dias do evento foram atendidas 150 pessoas pela Rede Educativa, criada em parceria com o Conselho Tutelar, Juizado da Infância e Juventude, secretarias Municipal e Estadual de Assistência Social, PM e outros órgãos, sendo 95% delas crianças e adolescentes em situação de risco.

Em relação aprodutividade das polícias, houve um aumento no número de flagrantes e crimes de menor potencial ofensivo neste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Nesse ano, nos três dias de festa, foram registrados quatro flagrantes, a maioria por roubo e furto, e 41 Termos Circunstanciadosde Ocorrência (TCOs).

A área do Centro - onde está localizado Bumbódromo, a Praça da Matriz e a orla da cidade -concentrou o maior número de ocorrências. “É natural que a maioria das ocorrências seja concentrada onde estão os aglomerados de pessoas. Por isso a presença das polícias foi fundamental para manter a ordem na cidade”, destaca o secretário de Segurança Pública do Estado (SSP), coronel PM Paulo Roberto Vital, evidenciando que a Operação Parintins alcançou o resultado esperado. “Nós já planejávamos esse resultado de redução no número de alguns índices. Neste ano, tanto no trânsito quanto nas ruas não registramos casos graves como tentativas de homicídios e ainda conseguimos reduzir o número de lesões corporais em 22%”, disse ele.

Foram registrados, pelo Corpo de Bombeiros, um total de 210 ocorrências nos três dias de festa, sendo a maioria dos casos foi de transporte de pacientes, abastecimento emergencial de água e ações de prevenção de eventos. No segundo dia do Festival Folclórico foi registrado um caso de princípio de incêndio no carro de ritual indígena da alegoria do Garantido “Yanomami”, mas ele foi logo debelado e não houve feridos. Em Parintins a corporação terá o retorno de uma viatura totalmente recuperada, e foi adquirido um compressor para serviços de mergulho, informou o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Dias.

O Detran-AM abordou mais de 400 veículos e multou 222, em sua maioria motocicletas – 168. Foram feitos 193 testes de alcoolemia com seis resultados positivos e duas pessoas presas em flagrante. Também foram multados132 motoristas sem CNH, sendo a maioria homens – 96. Foram identificados 88 veículos com licenciamento em atraso e 42 veículos sem registro junto ao órgão.