Publicidade
Especiais
Especiais

"Operação Parintins" fiscaliza 30 embarcações na manhã desta quarta-feira (27), em Manaus

A maior preocupação da Capitania dos Portos refere-se ao preparo da tripulação e a qualidade da viagem dos passageiros, bem como o excesso de tripulantes. Denúncias poderão ser feitas através do Disque Segurança da Navegação pelo telefone 0800  280 7200 27/06/2012 às 17:38
Show 1
O posto ficará montado durante 24h e conta com 500 fiscais.
acritica.com Manaus

A “Operação Parintins 2012” da Capitania dos Portos, a fim de garantir a segurança dos brincantes que vão a Parintins (município a 325 quilômetros de Manaus), está com um posto de fiscalização em frente ao Encontro das Águas, especialmente montado para verificar possíveis irregularidades nas embarcações.

Até as 12h30 desta quarta-feira (27) 30 embarcações tinham passado pelo local e nenhuma irregularidade foi constatada. As principais preocupações, segundo o tenente Júlio Leite da Capitania, referem-se ao preparo da tripulação e a qualidade da viagem dos passageiros, bem como o excesso de tripulantes.

O posto ficará montado durante 24h e conta com 500 fiscais. Caso seja encontrada alguma irregularidade a embarcação será multada e dependendo da situação pode ser apreendida. “Se, por exemplo, um barco estiver com excesso de passageiros será autuado e deverá voltar para Manaus. Tirado o excesso será liberada, mas mesmo assim, será multada”, esclareceu o Capitão de Mar e Guerra Paulo Cesar Machado, Capitão dos Portos.

O capitão também ressaltou que outros postos estão montados em Itacoatiara (176 quilômetros da Capital) e em Parintins. “Quem não passar por este posto montado no Encontro das Águas será fiscalizado em um destes locais”, advertiu.

Passageiros também poderão ajudar na inspeção verificando se há excesso, se coletes e extintores de incêndio estão em locais de fácil acesso. Denúncias poderão ser feitas através do Disque Segurança da Navegação pelo telefone 0800  280 7200.

O posto ficará montado até o dia 4 de julho. A estimativa é que 150 barcos sejam fiscalizados.