Publicidade
Especiais
Especiais

Presidente do LIDE, João Doria Jr. defende um fórum mais técnico visando a participação brasileira na Rio+20

Para o empresário, o Fórum deste ano traz um fato relevante: a preparação brasileira para a conferência mundial Rio+20, que acontece em junho deste ano, no Rio de Janeiro, e deve reunir líderes mundiais para discutir economia verde e sustentabilidade 22/03/2012 às 09:41
Show 1
João Doria Jr
Monica Prestes Manaus

O empresário e presidente do Grupo de Líderes Empresariais (LIDE), João Doria Jr., foi uma das primeiras lideranças a chegar no salão de credenciamento para o 3º Fórum Mundial de Sustentabilidade, que começa nesta quinta-feira e se estende até o próximo sábado, 24, no hotel Tropical, em Manaus. 

Por volta de 8h15, Doria chegou ao local com uma "excelente expectativa" para o terceiro fórum em Manaus. "Assim como das outras duas vezes", ressaltou. 

Para o empresário, o Fórum deste ano traz um fato relevante: a preparação brasileira para a conferência mundial Rio+20, que acontece em junho deste ano, no Rio de Janeiro, e deve reunir líderes mundiais para discutir economia verde e sustentabilidade.

"Parte da pauta brasileira para o Rio+20 estará sendo discutida aqui, em Manaus, nesses três dias do Fórum", revelou. 

De acordo com Doria, a busca por uma contribuição maior para a Rio+20 e também para as políticas sustentáveis praticadas no mundo todo levou a organização do 3o Fórum Mundial de Sustentabilidade a procurar realizar um evento mais técnico e "menos político".

"O Brasil precisa ser um bom exemplo, então nossa contribuição foi tentar reunir o maior número de técnicos possíveis para discutir o tema desenvolvimento sustentável", afirmou.

O líder empresarial também falou sobre o prêmio LIDE, que teve os critérios de premiação definidos pelo LIDE, pelo SOS Mata Atlântica e pela própria organização do evento. 

"Estamos buscando referências positivas constritivas de empresas que utilizam o marketing verde e servem de exemplo para outras", concluiu.