Publicidade
Especiais
Especiais

Produção de alegorias dos bois entra na reta final em Parintins (AM)

As alegorias do Garantido já estão na concentração do Bumbódromo e cupam uma área de 18 mil metros, tomando ainda parte da praça dos bois. O boi Caprichoso, tradicional por suas inovações na área mecânica, promete alegorias com movimentos inéditos na Arena deste ano. 21/06/2012 às 14:20
Show 1
O boi Caprichoso, tradicional por suas inovações na área mecânica, promete alegorias com movimentos inéditos na Arena deste ano
MARIANA LIMA E JONAS SANTOS ---

A nove dias da grande disputa entre Caprichoso e Garantido os trabalhos na área de produção das alegorias dos bois entram na reta final. A direção do boi vermelho avisa que até o sábado (23), todo o projeto estará 95% concluído. No Caprichoso a previsão de término das alegorias é de apenas três dias antes do festival.

As alegorias do Garantido já estão na concentração do Bumbódromo e ocupam uma área de 18 mil metros, tomando ainda parte da praça dos bois. O boi está terminando os serviços aqui porque os galpões da Cidade Garantido alagaram com a enchente do Rio Amazonas. São 240 artistas da agremiação que trabalham na construção de 110 módulos, que formarão 12 alegorias. Algumas dessas estruturas alegóricas medirão 19 metros de altura e ficarão acima do nível do Bumbódromo. Em outras palavras, o boi está bem maior do que o festival de 2012.

De acordo com o coordenador da Comissão de Artes, Fréd Goés, para cada noite serão apresentadas quatro alegorias, que vão representar
momentos marcantes do espetáculo do boi. “No ano passado, apresentamos alegorias com transfigurações em que, por exemplo, em uma mesma estrutura acontecia a evolução da figura típica regional e de uma lenda amazônica. Este ano, a celebração folclórica, lenda, ritual e figura típica foram concebidos individualmente para seus momentos na arena”, completa Goés.

O artista-diretor de cenotécnica do Garantido e membro da Comissão de Artes, Junior de Souza, disse que os artistas entrarão agora na fase de pintura, revestimento e de adereços. “Já vamos começar a desmontar  as tendas industriais instaladas aqui na concentração para que possamos ter espaço para montar as peças das alegorias e fazer os testes de movimentos”, afirmou o artista que está produzindo o ritual Yanomami, de uma das noites.

O projeto “Tradição 2012” tem ao todo 13 artistas de ponta, número também maior que o ano passado. Fréd diz que o Garantido teve ainda um atraso de duas semanas, por conta da falta de recursos financeiros e problemas com Justiça do Trabalho de Parintins, que já foram sanados. "Mas estamos dentro do tempo programado", disse. O projeto de arena do Garantido esta orçado em R$ 7 milhões.

Alegorias

O boi Caprichoso, tradicional por suas inovações na área mecânica, promete alegorias com movimentos inéditos na Arena deste ano. As informações são de Zandonai de Bastos, Coordenador de Concentração do Caprichoso que alerta a torcida: os carros também virão maiores do que os anos anteriores.

Inovação é a palavra de ordem nos galpões do Caprichoso. A confecção das nove alegorias e dos outros monoblocos – carros que se montam durante a evolução – ainda está em fase de pintura e montagem, mas, segundo os membros do Conselho de Arte do boi, prometem tirar o fôlego dos brincantes.

Zandonai afirma que este ano os artistas do boi se superaram na área mecânica das alegorias e estão preparando movimentos nunca antes visto durante o festival. “Nós estamos preparando surpresas de movimento que chegam próximos aos movimentos naturais, humanos”, adianta.

Os carros, cujos valores ainda não foram calculados, prometem ser maiores que os dos anos passados e devem ficar prontos até a noite da próxima terça-feira (26). O Conselho de Arte do boi azul e branco decidiu manter total sigilo de suas alegorias, tanto que algumas delas vão estar escondidas dentro de espaços confeccionados pelos artistas do boi e só serão reveladas na hora de apresentação.

Para a criação dos carros cerda de 350 trabalhadores cumprem expediente em horário comercial somente no galpão principal do boi desde o mês passado. “Nós repassamos a alimentação e horas extras e todos os trabalhadores daqui possuem carteira assinada, conforme as exigências do Ministério do Trabalho”, afirma.

A maioria do material usado nas alegorias é comprada em São Paulo e no Rio de Janeiro, como os tecidos importados. As tintas e materiais mais simples são adquiridos em Manaus e os regionais, usados para criar texturas semelhantes a pelos e cabelos, são comprados em Parintins.

Zandonai afirma ainda que a Galera azul e branco terá muito orgulho das apresentações :“O caprichoso é um boi audacioso e o nosso torcedor pode esperar por uma apresentação cheia de riqueza em detalhes”, conclui.