Publicidade
Especiais
Especiais

SEC-AM recebe denúncia formal das diretorias dos bois-bumbás

A informação foi repasse por meio de uma nota de esclarecimento à imprensa. Os bois-bumbás Caprichoso e Garantido alegando suposta infração às regras de seleção dos membros da Comissão Julgadora do Festival 27/06/2012 às 20:05
Show 1
Sorteio dos Estados de onde virão os jurados do Festival Folclórico de Parintins, com representantes dos dois bumbas e o secretario Robério Braga
acritica.com Parintins (AM)

A Secretaria de Estado da Cultura (Sec) informa que recebeu, nesta quarta-feira (27), denúncia formal das diretorias dos bois-bumbás Caprichoso e Garantido alegando suposta infração às regras de seleção dos membros da Comissão Julgadora do 47º Festival Folclórico de Parintins.

O secretário Estadual de Cultura, Robério Braga, esclarece que a denúncia está sendo verificada e ressalta que entrou em contato com os presidentes do boi Garantido, Telo Pinto, e do boi Caprichoso, Márcia Baranda, e fez um apelo para que as diretorias dos bumbás contornem o problema, restabelecendo o processo de escolha dos jurados.

A Comissão Julgadora do Festival Folclórico de Parintins é composta por um presidente e nove jurados. Paraná, Paraíba e Sergipe foram os Estados sorteados e validados pelas diretorias dos dois bois para a visita presencial e análise dos currículos de candidatos a jurados. Para ser um jurado, exige-se comprovada atuação nas manifestações folclóricas e culturais brasileiras, com proibição de ter participado das edições anteriores do festival e de exercer cargos de primeiro e segundo escalão em instituições públicas Federal, Estadual e Municipal.

Os jurados ficam divididos em grupos de três, para a composição dos blocos A – jurados Comum/ Musical, B – Cênico/ Coreografia, e C – Artístico, sendo que cada cabine de jurados será composta por um representante de cada bloco. Estes deverão avaliar os 21 itens inscritos no caderno de votação. A nota mínima a ser conferida por cada jurado é oito e a máxima é 10, podendo ser fracionada na forma decimal.

Os itens de votação são: Apresentador; Levantador de Toadas; Batucada ou Marujada; Ritual Indígena; Porta-Estandarte; Amo do Boi; Sinhazinha da Fazenda; Rainha do Folclore; Cunhã Poranga; Boi Bumbá Evolução; Toada (letra e música); Pajé; Tribos Indígenas; Tuxauas; Figura Típica Regional; Alegoria; Lenda Amazônica; Vaqueirada; Galera; Coreografia; e Organização do Conjunto Folclórico.