Publicidade
Especiais
Especiais

Uma enchente de otimismo

Pelos lados do Boi Garantido, o sentimento otimista é estimulado pela superação após o Curral Lindolfo Monteverde ter sido prejudicado pela enchente. O fenômeno provocou a saída antecipada de várias alegorias do galpão de seu curral para a área externa do Bumbódromo  01/07/2012 às 15:23
Show 1
Israel Paulain confia na superação da adversidade financeira e causadas pela enchente
Paulo André Nunes Parintins (AM)

Se você perguntar a qualquer item dos dois bois sobre qual a expectativa para este Festival de Parintins, é óbvio que as respostas serão na base do “é a melhor possível”. No entanto, pelos lados do Boi Garantido, o sentimento otimista é estimulado pela superação após o Curral Lindolfo Monteverde ter sido prejudicado pela enchente. O fenômeno provocou a saída antecipada de várias alegorias do galpão de seu curral para a área externa do Bumbódromo, - algumas dentro de um galpão improvisado e boa parte exposta ao sol e à chuva, como ontem à tarde.

Mas o que seria a vida sem desafios? É o que conta Israel Paulain, apresentador oficial do Boi Garantido, que aposta na superação de diretoria e brincantes da associação folclórica. Em 2009, até então o recorde da cheia do rio Negro, o boi foi campeão mesmo sofrendo impactos da cheia. Para este ano de 2012, onde houve a quebra desse recorde (29,97), o boi utilizou esse fato como fator de superação em busca do título. Em 2009 o tema do boi foi “Emoção”.

 “A expectativa é bastante positiva para esse Festival. Durante os ensaios técnicos tradicionais do Garantido nós pontuamos alguns detalhes para apresentar um grande espetáculo apesar de todas as adversidades geradas pela enchente a exemplo de 2009. Mas o Garantido é conhecido por todos como o ‘Boi da Tradição’, ‘Boi do Povão’, o boi genuinamente da superação também. Nós preservamos as nossas raízes e que entra na arena determinado a ser bicampeão”, declarou ele. Paulain disse que o boi e seus brincantes “perrechés” vêm ainda mais aguerridos neste ano por conta de tudo que passaram. “Somos perrechés, somos pés no chão, a gente não ‘arrega’ e enfrenta qualquer desafio.

Ele concordou com a reportagem, ao ser questionado se se o tema deste ano, em vez “Tradição”, poderia ser muito bem “Superação”.  “Você tem razão. Tem tudo a ver com o Garantido. Neste ano até tivemos mais problemas em relação a algumas questões de repasses financeiros, de convênios que o Garantido teve na parte administrativa, o que nos prejudicou muito. E na questão da natureza, nós não podemos culpá-la, porque ela comanda a gente também, mas a enchente veio mais forte esse ano em vários setores do boi. E temos 2009 como parâmetro de tudo que superamos naquele ano para que possamos fazer melhor ainda neste ano. O espírito nosso é positivo, é de união, de harmonia, fraterno, de superação”, fala Paulain.