Publicidade
Esportes
Craque

A história do primeiro time a conquistar o Peladão duas vezes seguidas

Tudo começou em família, quando em 1975 o trio entrou para a galeria dos campeões do maior campeonato de peladas do mundo. Em 1973 antes de começar a 1ª edição do campeonato 12/10/2012 às 10:44
Show 1
Adelson com a camisa do Estalo bicampeão em 1975/76
Acritica.com Manaus (AM)

O primeiro time, o primeiro treino, o primeiro gol e o primeiro título. Ser o número um sempre é motivo de comemoração. E os três irmãos que formaram o Estalo futebol clube, não esquecem o dia em que levantaram o primeiro troféu da história do time de Santa Luzia, Zona Sul de Manaus.

Tudo começou em família, quando em 1975 o trio entrou para a galeria dos campeões do maior campeonato de peladas do mundo. Em 1973 antes de começar a 1ª edição do campeonato, os três irmãos tiveram um “Estalo” nas ideias e resolveram montar uma equipe para competir no campeonato.

Naquela primeira temporada conquistaram o vice do Torneio Início e em 74 ficaram em terceiro. O caminho estava aberto. No ano seguinte, em 75, veio o tão sonhado título inédito, quando levantaram o troféu levando apenas um gol.

Em 76 o time conquistou o bi campeonato de forma invicta e recebeu o convite para representar o o Libermorro no Campeonato Amazonense. Infelizmente as belas atuações do Peladão não se repetiram e a parceira foi desfeita.

Em 78 o time perdeu a final para a forte equipe do Arranca Toco do bairro do Educandos. E após àquela final, entrou em longo jejum, que dura até hoje. De acordo com Adelson Monteiro de Andrade, 64, o time passou pela administração dos três irmãos ao longo de toda a sua existência, e desde seu bicampeonato, em 76, a equipe vem buscando reencontrar o caminho do primeiro lugar.

“Até em 1980 o Estalo ficou no comando do Ba, meu irmão. A partir de 81 o meu irmão Sula assumiu e ficou no comando até 95. E por questões particulares ele entregou o time para mim que estou no comando à duras penas até hoje. Hoje o Ba é professor de educação física e tem uma escola. O Sula trabalha com despacho de carro para o Detran. Temos jogado todos os campeonatos ao longo desses últimos anos, mas infelizmente nossa melhor colocação foi sexto lugar” disse o abnegado procurador federal, que recebeu a equipe em sua casa.

Atualmente dividindo as funções de profissional e apaixonado por futebol, Adelson preside a equipe e guarda em casa as boas lembranças dos momentos de glória do time, enquanto tem se dedicado ao máximo junto com a sua equipe para voltar ao topo dos campeões.

Apesar da luta para fazer o time voltar a brilhar na competição, Adelson não esconde a satisfação de ser o dono da terceira equipe a levantar o troféu na história do Pealdão. Para a edição dos 40 anos, ele montou até uma pequena estrutura junto com a sua comissão técnica para dar condições aos seus atletas de fazer um bom campeonato.

“Montamos um time bom este ano para o campeonato. Coloquei até uma sala de musculação para turma se exercitar. Este ano lutaremos para sair do jejum”, garantiu, com o entusiasmo renovado.