Publicidade
Esportes
Craque

Agência de notícias aponta suspeita de venda de resultados na elite do tênis

Documentos obtidos tanto pela BBC quanto pela BuzzFeed apontam que na última década 16 jogadores membros constantes do top 50 da ATP têm sido repetidamente apontados em investigações do Tribunal de Integridade do Tênis 18/01/2016 às 09:23
Show 1
Reportagem aponta que 16 jogadores estão sendo investigados pelo Tribunal de Integridade do Tênis
Acritica.com Manaus (AM)

Uma reportagem apresentada pela rede de comunicação BBC em parceria com a agência de notícias Buzzfeed aponta que oito dos jogadores que estão na atual chave do Australian Open foram ou estão sendo investigados por venda de resultados. ATP deve se pronunciar em breve.

Documentos obtidos tanto pela BBC quanto pela BuzzFeed apontam que na última década 16 jogadores membros constantes do top 50 da ATP, dentre eles campeões de Grand Slam, têm sido repetidamente apontados em investigações do Tribunal de Integridade do Tênis (TIU), que é uma espécie de polícia do esporte que investiga suspeitas em torno de vendas de resultados.

As duas empresas de comunicação não divulgaram os nomes do jogadores por não terem acesso a dados bancários ou telefônicos da denuncia. Os documentos apontam denuncias dos sindicatos de apostas da Rússia, norte da Itália e Sicília, onde centenas de milhares de libras foram lucrados. Três destes jogos em uma edição de Wimbledon.

Procurado pela agência de notícias Reuters, TIU preferiu não se pronunciar. Entretanto, há pouco anunciaram uma coletiva de imprensa no Australian Open.

Ainda de acordo com a reportagem da BBC/BuzzFeed News o diretor do TIU Nigel Willerton disse: “Toda informação levada ao TIU é analisada, avaliada, investigada por investigadores extremamente experientes, dentre eles ex-policiais”.

*Com informações do site Lance!