Publicidade
Esportes
Superou o temor

Ainda com medo do vírus da Zika, Hope Solo vem para Rio 2016

A bicampeã olímpica volta atrás e confirma sua participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, onde o foco do vírus ainda é grande 11/05/2016 às 13:48
Show 154632090
Hope Solo ganhou medalha de ouro em 2008 e 2012 pela seleção dos Estados Unidos. (Foto: reprodução/internet)
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Uma das principais jogadoras da seleção de futebol feminino dos Estados Unidos, a goleira Hope Solo, confirmou sua participação em mais uma Olimpíada. Em fevereiro, a arqueira afirmou que estava com medo do surto de Zika, e que poderia ficar de fora do maior evento esportivo do mundo. No entanto, nesta terça-feira (10), a arqueira resolveu mudar de ideia.

“Nenhum atleta deveria ser colocado na posição de decidir entre seu sonho olímpico e a própria saúde. Mas eu estou muito empolgada com as Olimpíadas. Sou uma competidora e estou disposta a quebrar recordes. Nunca uma seleção conseguiu ganhar de forma consecutiva um Mundial e uma Olimpíada e vou atrás disso”, declarou a americana em entrevista no programa “Squawk Sports“, do canal NBC.

A jogadora conta ainda que já se informou sobre os sintomas da doença e tratamento. Ela disse ainda não saber sairá do hotel fora do horário de treinos e jogos.

“Estou totalmente por dentro do que está acontecendo e quais são os riscos. Vou tomar todas as precauções. Não sei nem se vou deixar o hotel fora do horário de treinos e jogos. Conversei com meu treinador e com as minhas companheiras. Estou totalmente comprometida” disse.

Desde que foi incluído o torneio de futebol feminino nas Olimpíadas, em 1996, a seleção dos Estados Unidos é a maior vencedora com cinco medalhas, sendo quatro de ouro e uma de prata. A equipe de Hope Solo jogará em Manaus no dia 9 de agosto contra a Colômbia.