Publicidade
Esportes
à caça do irlandês

Aldo afirma que vai subir de categoria por revanche com McGregor

Lutador amazonense continua sua caçada ao algoz irlandês que o derrotou em dezembro do ano passado. "Por que não subir de categoria e lutar com o desafiante número 1 ou 2 e começar a marcar a revanche com McGregor?" 22/12/2016 às 13:18 - Atualizado em 22/12/2016 às 13:24
Show aldo
Aldo deve subir dos penas para os leves em busca da revanche com Conor McGregor (Foto: Divulgação/UFC)
ACritica.com Manaus (AM)

Na alça de mira do Scarface! O amazonense José Aldo confirmou que deve mesmo subir de categoria no ano que vem em busca de sua tão aguardada revanche com Conor McGregor. Com o cancelamento da luta com Max Holloway, no UFC 208, em fevereiro de 2017, em Nova York, o manauara estuda novo combate para março e já pensa na luta contra seu algoz.

"Não, a luta no Brooklyn (em Nova York, local do UFC 208) não vai acontecer. Agora espero e acredito que vou lutar no começo de março. Em 3 ou 4 de março, não lembro. Acredito que eles (UFC) vão anunciar em breve uma luta pelo título interino dos leves comigo", revelou Aldo, ao site "MMAFighting".

Pediu pra entrar no octógono

O Scarface revelou que pediu para lutar em fevereiro com Holloway, que acabou declinando do combate por motivos particulares. Desde então, Aldo mira subir para os Leves em busca da vingança contra o algoz irlandês que o derrotou em dezembro do ano passado em apenas 13 segundos de luta.

"Se que quero lutar, estava planejando lutar naquele card (UFC 208), pedi isso. Quando Holloway começou a falar m..., fomos ao UFC e deixamos claro que eu queria lutar no Brooklyn. Sou flexível em relação ao oponente. Até disse: ‘Por que não subir de categoria e lutar com o desafiante número 1 ou 2 e começar a marcar a revanche com McGregor?'.", disse Aldo.

Na categoria dos leves, os dois lutadores mais bem ranqueados depois do campeão Conor McGregor são o russo Khabib Nurmagomedov, e o americano Tony Ferguson, que já tiveram combates marcados para dezembro de 2015, mas o primeiro acabou se lesionando.  

Mostrando "sangue nos olhos", Aldo disse não ter objeção por adversários em busca da luta contra McGregor. 

"O UFC não consegue fazer uma luta se os lutadores estão se negando a lutar. Mas quero ser bem claro: eu, Jose Aldo, não nego lutar. Não nego adversários, não escolho adversários", concluiu.