Publicidade
Esportes
Craque

Aldo nocauteia após joelhada, mantém o cinturão e vai festejar com a torcida

Lutando na cidade onde mora, o manauara saiu correndo para comemorar com a torcida, quebrando totalmente o tradicional script da organização 15/01/2012 às 13:53
Show 1
Depois de vencer Chad Mendes, José Aldo inovou na comemoração: brasileiro deixou o octógono e foi festejar com o público
Uol/ Esporte ---

O cinturão dos pesos penas continua verde-amarelo. Neste sábado, no principal combate do UFC Rio, o campeão José Aldo venceu Chad Mendes por nocaute, após uma joelhada devastadora. Lutando na cidade onde mora, o manauara saiu correndo para comemorar com a torcida, quebrando totalmente o tradicional script da organização.

O combate foi iniciado com muitos estudos por parte de Aldo, para evitar o wrestling do rival e as quedas que Mendes tentaria. Tudo deu certo, até o norte-americano agarrar as costas do campeão e colocá-lo contra a grade. A surpresa foi quando o brasileiro se desvencilhou e, rapidamente, desferiu uma joelhada certeira no rosto de Mendes, que caiu praticamente desacordado. Foi só "marretar" o rival, forçando o fim do combate.

Logo que a vitória foi confirmada, Aldo saiu correndo do octógono e foi parar no meio da torcida. Com a bandeira do Brasil, o lutador do Flamengo foi carregado de volta para o anúncio oficial, ovacionado pelos cariocas.

José Aldo chegou para o combate em sua casa – ele é manauara, mas mora no Rio – com um cartel de 20 vitórias e apenas uma derrota. Invicto desde 2005, ele chegou ao UFC como campeão dos penas do WEC, quando este evento foi comprado por Dana White e os irmãos Fertitta. Após a fusão, venceu Mark Hominick e Kenny Florian por pontos, ambos em 2011.

O UFC Rio trouxe como novidade para o campeão sua primeira luta como atleta do Flamengo. Ele fechou contrato de um ano no fim de 2011, depois de já ter

Já Chad Mendes foi cotado como uma revelação dos pesos pena. Com apenas 1,68m, o norte-americano fez carreira invicta até esta primeira chance de lutar pelo cinturão, com 11 vitórias – mas sete delas por pontos. Como Aldo, Mendes foi cria do WEC e fez sua terceira luta no Ultimate.