Publicidade
Esportes
Craque

Amazonense fala das expectativas para estrear no Strikeforce

Adriano Martins, 30, já prepara as malas para rumar aos Estados Unidos, onde enfrentará, no dia 29 de setembro, contra Isaac Vallie 19/09/2012 às 13:16
Show 1
Adriano Martins é conhecido pelos seus socos potentes
Paulo Ricardo Oliveira Manaus

O amazonense Adriano Martins, 30, já prepara as malas para rumar aos Estados Unidos, onde fará sua estreia, dia 29 de setembro, contra Isaac Vallie, na cidade se Sacramento, Califórnia, no Strikeforce, segundo maior evento de MMA em escala internacional.

Adriano chega no Strike com o moral elevado por ser o número um do ranking nacional  na categoria leve (até 70 quilos) e manter um cartel tão valoroso quanto experimentado: 23 vitórias, 11 delas por nocaute (48%)  e seis derrotas. “É uma nova fase na minha vida e agradeço muito a Deus por isso. Estou me sentindo muito bem treinado e consciente da importância dessa chance na minha carreira.   Desta vez não faltou nada no programa de treinamento”.

  Além do poder de nocaute e da frieza com a qual se comporta nos combates para armar o bote contra os adversários, o lutador da Top Life conta a seu favor com uma bela equipe multidisciplinar de treino e um manager articulado no mundo das lutas, Samir Nadaf, dono do evento Mr. Cage e sócio de Alex Davis, gerenciador de carreiras do UFC. “Chegou a hora do Adriano. Ele conquistou cinturões do Mr. Cage, do WFE e do Jungle Fight, três eventos de peso no mercado nacional, e isso o credenciou a chegar no Strikeforce”, reforçou Samir. “Tem tudo para dar certo e estrear bem, porque o staff de treino é de primeira, além, é claro, dele próprio está muito a fim de ganhar. O Isaac é um contender, ou seja, se vencer vai disputar o cinturão. Se nós vencermos, Vamos ser vistos com outros olhos”.

Estudou o adversário
Para se dar bem na seara internacional e causar boa impressão, Adriano aperfeiçoou suas qualidades técnicas na luta no solo, no boxe e na parte de quedas, além de ter estudado o jogo do oponente, que não é bobo. Isaac tem no currículo 13 vitórias - cinco por nocaute (38%) e três derrotas e é treinado por ninguém menos de Greg Jackson, acostumado a fabricar campeões do porte de Jon Jones, dono do cinturão meio-pesado do Ultimate. “Todos que estão no card do Strikeforce não estão ali à toa. São caras treinados e muito bem orientados no córner”, avalia o amazonense.

 Adriano diz já ter observado os pontos fortes e fracos de Isaac em vídeos de lutas baixados da WEB. “Observei umas duas lutas dele. É um cara duro. Mas estou pronto pra guerra”

  Adriano viaja na madrugada de sábado para Los Angeles, onde fará exames em hospital pago pelo Strike, com Junior Cardoso (MMA), Felipe Barroso (preparador físico), Samir (manager) e Andressa (esposa).