Publicidade
Esportes
Craque

Amazonense fará luta principal do Mr. Cage e Amazon Live Fear

Dileno Lopes, ex-integrante do The Ultimate Fighter (TUF), o BBB do UFC, e também lutador que já brilhou no Amazon Forest Combat (AFC) ainda não sentiu o gosto da derrota em 11 pelejas 19/09/2012 às 14:12
Show 1
Dileno quer manter a invencibilidade
Jornal A Crítica Manaus

Outro astro local do MMA que vai entrar em ação é Dileno Lopes, 24, faixa-preta de jiu-jitsu criado no Alvorada, Zona Centro-Oeste, que ainda não sentiu o gosto da derrota em 11 pelejas oficiais em shows de mistura de lutas.

Ex-integrante do The Ultimate Fighter (TUF), o BBB do UFC, e também lutador que já brilhou no Amazon Forest Combat (AFC), o casca-grossa fará a luta principal da sétima edição do Mr. Cage (Senhor da Grade).

O evento cujo dono é o empresário Samir Nadaf, acontece dia 7 de outubro e vai fechar  a segunda edição da Amazon Live Fair, a feira de esportes, fitness e bem estar da Região Norte, que acontecerá no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, que começa no dia 5.

Dileno ainda não tem oponente definido, mas diz já estar no jeito para entrar na grade de seis lados e fazer o adversário dormir. “Não interessa quem seja, vou lutar em casa e botar meu jiu-jitsu em ação. Minha intenção é ganhar bem, com uma finalização, para fazer os fãs feliz”, promete o peso mosca (até 59 quilos).

Conforme Samir, a parceria entre o Mr. Cage, realizado pela empresa Fight Agency, e a Amazon Live Fair, promovido pela  Oficina D´ Arte, vai possibilitar um evento de lutas jamais visto antes na capital. “Será um show de alto nível apenas para 500 pessoas. Queremos qualidade, não quantidade”, diz o <br/>promotor. 

O Mr. Cage estreou em 15 de novembro de 2008 com intuito de elitizar o esporte no  Estado e profissionalizar os atletas, oferecendo cards de alto nível, além de dispor do maior espaço de luta em formato de hexágono do Brasil e o terceiro do mundo. “Estamos falando de um dos mais importantes eventos do Brasil que serve como  acesso de lutadores locais para o UFC”.