Publicidade
Esportes
Craque

Amazonense quer brilhar no Texas

Emanuel de Castro já se encontra em solo norte-americano para participar das disputas de deste sábado(21) e domingo(22) 21/07/2012 às 11:34
Show 1
Emanuel conta que intensificou seus treinamentos visando mais uma conquista.
acritica.com ---

Apelidada de “Cidade dos Anjos” e famosa por ser o centro mundial de economia e negócios, Los Angeles também fomenta o esporte, que é arma certeira para alavancar as viagens do final de semana a capital e movimentar a cidade. Este final de semana não será diferente. A segunda maior cidade dos Estados Unidos (depois de Nova Iorque), vai receber o o World Kid Brazilian, que reunirá as revelações da “arte suave”. Na terra do Tio San, um amazonense irá marcar território. Apontado como uma das promessas da terrinha baré, o faixa verde Emanuel de Castro já se encontra em solo norte-americano para participar das disputas de hoje e amanhã.

Com a proximidade da disputa, Emanuel conta que intensificou seus treinamentos visando mais uma conquista. O atleta dobrou sua horas na academia, tanto na parte física, quanto técnica. “Treino oito horas por dia, incluindo a parte física (Cagin Clube) e técnica. É uma rotina dura, mas o esporte é assim mesmo, tem que ter superação”, enfatiza o atleta, que cursa o 1º ano do Ensino Médio na Escola Estadual Pedro Silvestre, Centro, e mora no Santo Agostinho, Zona Oeste de Manaus.

O pai do garoto, Edson Castro, conta que colocou o filho aos seis anos para praticar esportes no intuito de fazê-lo vencer a timidez. A antídoto parece ter dado certo, o menino é extrovertido e tem sede por conquistas. “Eu tinha dificuldades de me relacionar com os outros, mas agora converso, faço amigos. Estou bem diferente”, confessa o lutador de 14 anos. O pai coruja, emenda logo num elogio. “Hoje ele tem 102 medalhas de ouro, sete de prata e uma de bronze. Poucos atletas nessa faixa etária são donos de tantas conquistas”, destacou Edson.

Com a confiança de um campeão Emanuel garante que representará muito bem o Amazonas na casa dos “outros”. “Da minha parte, prometo dar o melhor. Cada luta é uma história e vou tentar trazer mais uma conquista para a nossa terra e levantar a bandeira do Amazonas lá fora de novo”, finaliza.