Publicidade
Esportes
Craque

Amazonense tenta sucesso pela 5º vez na Corrida de São Silvestre

O amazonense é o único “baré” no pelotão de elite da Corrida Internacional. Desta vez ele promete brigar por boas posições na competição 31/12/2012 às 09:35
Show 1
Jean Pereira está confiante neste pelotão de elite
Nathália Silveira ---

Confiando no “Santo Guerreiro” para ter um bom desempenho na 88ª Corrida Internacional de São Silvestre, o amazonense Jean Pereira embarcou para a terra da garoa no último sábado voltando seus pedidos à São Jorge. O corredor roga para que o santo ilumine seus caminhos, lhe proporcione inteligência e fortaleça seu ânimo para encarar mais essa luta.

Se for por devoção, o único atleta indicado pela Federação Desportiva de Atletismo do Estado do Amazonas (Fedaeam) para disputar o pelotão principal, já pode se considerar um vencedor. “Rezo todos os dias e sei que São Jorge não vai me deixar na mão. Tenho muita fé”, diz o corredor, que garantiu sua passagem para a capital paulista através da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel).

Principal prova de atletismo da América Latina, a 88ª Corrida será realizada este ano com fato inédito: nenhum vencedor das edições passadas estará disputando a categoria principal masculina. Por isso, a partir de hoje um novo favorito das pistas irá surgir. Restará saber a nacionalidade do atleta, já que os temidos africanos estão na terra da garoa com a mesma vontade de vencer dos brasileiros.

A largada da prova será dada  às 6h40 (horário de Manaus) minutos depois, será a vez da categoria principal masculina. A disputa começará na Avenida Paulista (próximo à Rua Ministro Rocha Azevedo) com chegada no mesmo local.

Defendendo o Cruzeiro Caixa Gran Curso, Paulo Roberto de Almeida Paula é uma das esperanças do Brasil na Corrida. O paulista de 33 anos foi o oitavo colocado na maratona dos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e irá fazer sua última prova pelo clube mineiro, devido o corredor ter sido dispensado pelo Raposa no último dia 9 de dezembro.

Outro brasileiro bem cotado para vencer a prova é Giovanni dos Santos, de 31 anos. O atleta é campeão sul-americano, foi medalha de bronze nos 10.000 metros nos Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara, e em 2012 foi campeão da Volta da Pampulha, em Belo Horizonte. Esta será a terceira participação na São Silvestre.

Apostando em um bom tempo em sua primeira participação na prova, o queniano Joseph Aperumoi volta a São Paulo depois de ter quebrado o recorde da Meia Maratona da capital paulista em março. Sem o etíope Tariku Bekele (que venceu em 2011), Aperumoi é a principal ameaça aos brasileiros em pista.

Entre as brasileiras na Corrida Internacional de São Silvestre três nomes ganham destaque: Marily dos Santos, Maria Zeferina Baldaia e Lucélia Peres. As duas últimas venceram a disputa em 2001 e 2006 respectivamente. Marily, inclusive, é a atual líder do ranking da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e considera as brasileiras em pé de igualdade. Mas admite temor frente as africanas, como a queniana Rumokol Chepkanan, que venceu a maratona de São Paulo, foi quinta colocada na São Silvestre do ano passado e este pretende levar o título.