Publicidade
Esportes
Craque

Anderson empurra rival na encarada, promete espancar no 1º round e Sonnen fala em 'funeral'

Essa é a previsão de Anderson Silva para a luta contra Chael Sonnen no próximo sábado, pelo UFC 148, segundo suas declarações na coletiva oficial de imprensa realizada nesta terça-feira em Las Vegas 03/07/2012 às 17:42
Show 1
Anderson Silva vai para o "corpo a corpo" ao encarar o desafeto Sonnen na coletiva do UFC 148, em Las Vegas
Uol/ Esporte ---

"Vou bater nele, vou bater nele, ele vai tentar me agarrar, vou bater nele, vou bater nele de novo e ele vai desistir". Essa é a previsão de Anderson Silva para a luta contra Chael Sonnen no próximo sábado, pelo UFC 148, segundo suas declarações na coletiva oficial de imprensa realizada nesta terça-feira em Las Vegas. 

O clima esquentou na encarada, e os dois lutadores precisaram ser separados pelo presidente Dana White depois que o brasileiro empurrou o rival com o peito. Antes disso, Anderson mostrou estar mais calmo do que na última teleconferência, quando prometeu "arrancar todos os dentes da boca" de Sonnen.

Monossilábico em alguns momentos, sereno nas respostas, o brasileiro não retirou as ameaças contra o norte-americano, e avisou ao rival e ao público presente na coletiva: "Vai acabar no primeiro round." 

"Acho que ele não merece lutar, mas sou um funcionário do UFC e tenho que lutar. Se tiver que espancar ele mais dez vezes, vou ter que fazer", alfinetou Anderson. 

Sonnen respondeu, dizendo que o brasileiro finge não falar inglês. Também mostrou confiança em sua vitória: "Será o funeral da carreira dele, sábado, em pay per view. Ele vai abrir passagem, e o homem vai passar". 

 

Na encarada final, Anderson empurrou Sonnen com o peito, e o presidente Dana White precisou intervir. Depois, o brasileiro ainda tentou cochichar algo no ouvido do rival.

 

Mas Anderson negou ter entrado no jogo de provocações: "Não tem jogo nenhum. Acabou a brincadeira, pode continuar falando bobagem mas acabou, sábado as coisas vão mudar, muita coisa vai mudar". 

 Sonnen provoca tradutor de Anderson
Anderson Silva ouvia as perguntas em inglês e, após tradução de seu empresário Ed Soares, respondia em português. Sonnen não perdoou. "Ele se senta aqui e finge não falar inglês? É como andar por aí fingindo que é campeão. Esse cara usa um cinturão falso". 

 "O Ed Soares poderia ser trocado pelo aplicativo de US$ 9,99 do meu iPhone", disparou Sonnen, que se recusou a pedir perdão pelas ofensas ao Brasil: "Tenho absolutamente zero desculpas, não ligo. Não promovo lutas, eu aceito as lutas", alfinetou o norte-americano, que completou: "Ele é um artista marcial. Eu sou um lutador da jaula. Há uma grande diferença".

 

Anderson: "Ele está ferrado"
"Não tenho nada a dizer sobre o Sonnen. Acabou a brincadeira. Vocês não estão entendendo. Em outras palavras, ele está ferrado", respondeu Anderson Silva, que riu das chances de Sonnen ameaçá-lo na luta em pé: "Para ele me bater em pé, tem que ser mágico. É impossível ele me bater".

 Anderson ainda desmereceu a capacidade de Sonnen, e sobrou até para Demian Maia, lutador derrotado por ele em Abu Dhabi e que estará no card do UFC 148. "Se comparar o Chael com os outros lutadores que me enfrentaram, ele não tem condição nenhuma de estar aqui. Ele foi finalizado em segundos por um cara que foi espancado em Abu Dhabi".