Publicidade
Esportes
Craque

Anderson Silva luta contra norte-americano Stephan Bonnar no UFC Rio 3

O campeão dos médios deixa de forma abrupta suas férias depois de vencer Chael Sonnen em julho passado e defender seu cinturão 13/09/2012 às 09:27
Show 1
Ex-campeão vai encarar Jon Jones na disputa pelo cinturão dos meis pesados
A Crítica Manaus (AM)

Acabou o mistério. O UFC Rio 3 ganhou um substituto a altura para a vaga de José Aldo na luta principal. Anderson Silva fará a luta principal do evento no dia 13 de outubro contra o norte-americano Stephan Bonnar entre os meio-pesados, em informação que foi dada em primeira mão pelo jornal americano USA Today e depois confirmado pelo evento.

O campeão dos médios deixa de forma abrupta suas férias depois de vencer Chael Sonnen em julho passado e defender seu cinturão. A ideia do Spider era ficar parado até 2013, quando deveria fazer a superluta contra Georges St-Pierre, mas ele antecipa seu retorno ao octógono para salvar o card do Rio de Janeiro, que em poucas horas perdeu as duas últimas lutas principais na últimas terça-feira. “Voltamos aos trilhos. Anderson não estava planejando lutar. Então eu liguei e ele estava gravando um comercial no Brasil. Ele aceitou e o Bonnar queria enfrentá-lo. O Minotauro estava com ele e disse que também queria lutar”, explicou Dana White ao USA Today.

Com dez defesas de cinturão dos médios, essa será a terceira luta de Anderson Silva entre os meio-pesados. Ele já venceu – com tranquilidade – James Irvin em 2008 e o ex-campeão Forrest Griffin em 2009.

Aos 35 anos, Stephan Bonnar ficou famoso ao fazer uma das mais épicas lutas da história do UFC na final da primeira edição do reality show The Ultimate Fighter, em 2006, quando foi derrotado exatamente por Forrest Griffin. Pouco meses atrás, chegou a dizer que queria se aposentar pelo UFC já que não lhe ofereceram mais grandes desafios.

Além dessa luta principal, mais outros dois combates foram confirmados para o UFC Rio 3 nesta quarta-feira. Mais cedo, foi anunciado o retorno do veterano Rodrigo Minotauro, que enfrenta Dave Herman depois de ter fraturado o braço no final do ano passado. Já o penúltimo combate da será entre dois brasileiros. Depois da saída de Quinton Rampage Jackson, Glover Teixeira agora vai enfrentar o paulista Fábio Maldonado. “Será um UFC das antigas. O card estava em risco, mas caras que são campeões do mundo e grandes estrelas vieram e salvaram o evento. É por isso que os fãs amam esse esporte e porque nós estamos nessa há 12 anos sem cancelar um evento”, completou o presidente do UFC, provavelmente se esquecendo do que aconteceu com a edição 151 neste mês.