Publicidade
Esportes
Craque

Apesar da garra, Vitor Belfor é finalizado por Jon Jones no UFC 152

O brasileiro quase derrotou o norte-americano no primeiro round, mas não conseguiu e acabou sendo derrotado na penúltima etapa 23/09/2012 às 14:42
Show 1
Belfort causou frisson nos fãs ao encaixar essa justa chave-de-braço ainda no primeiro round
Acritica.com ---

Vitor Belfort teve pouco tempo para se preparar para o UFC 152, no Canadá, mesmo assim  o lutador mostrou muita garra e por pouco não finalizou Jon Jones, a grande sensação da modalidade no momento, no primeiro round. Mas na penúltima etapa, Jones aplicou uma americana (finalização de braço) e sem chances de reagir, o brasileiro foi derrotado.

Logo aos 30 segundos o campeão, com o seu forte jogo de wrestler, já conseguiu colocar o brasileiro para baixo. Mas, mesmo em uma posição inferior, Belfort encaixou uma justa chave-de-braço e quase obrigou o americano a desistir do combate. Continuando por cima, Jones começou a desferir as suas famosas cotoveladas e abriu alguns cortes no rosto do brasileiro.

O segundo round começou na trocação. Jones dominava o centro do octógono, enquanto o brasileiro aguardava achar a distância e as oportunidades para soltar seus socos. Faltando 1:30, Vitor optou por puxar o americano para a guarda. O brasileiro sofreu mais algumas duras cotoveladas e tentou novamente encaixar uma finalização, mas Jones foi salvo pelo final do round.

Na terceira etapa, Jones abusou dos chutes na coxa e na linha de cintura do brasileiro, que sentiu um dos golpes e caiu. Após mais alguns golpes por cima, Jones optou por esperar o juiz mandar o combate voltar com os dois em pé. No penúltimo round, Jon Jones continuou com seus chutes e consegui novamente colocar o brasileiro para baixo. Dessa vez, o americano já caiu passando a guarda e, com vantagem na posição, conseguiu finalizar Belfort com uma americana e continua como campeão dos pesos meio-pesados.

“Olha ele me pegou de um jeito que eu nunca senti alguém me pegar (se referindo a chave-de-braço aplicada por Vitor). Mas essa luta era dura demais para desistir. Achei que ia quebrar, mas não desisti”, disse Jones, que chegou para coletiva pós-evento com o braço direito imobilizado. Sobre as críticas que sofreu nas últimas semanas, ele falou: “Me sinto ótimo. A adversidade ensina os grandes generais. Me sinto mais forte hoje depois de tudo o que aconteceu”.

Ainda no octógono, Vitor Belfort também falou para os fãs: “Eu senti que estava quase quebrando o braço dele, mas ele é duro. Tentei trabalhar com o jiu-jitsu para recuperar o fôlego depois que senti minha costela. Obrigado a todos. É por causa de vocês (fãs) que eu aceitei esse grande desafio e estou aqui hoje. Achei que ia ganhar, mas ele foi melhor e venceu. Brasil amo vocês. Cabeça erguida. Obrigado a todos os meus amigos”.

Após as palavras do brasileiro, Jones pediu o microfone e falou para Vitor: “Perdendo ou ganhando, você é o homem”.