Publicidade
Esportes
Craque

Após prestar depoimento, torcedor que jogou banana em brasileiro é solto pela polícia

De acordo com a imprensa espanhola, ele seria funcionário do Villarreal, atuando nas divisões de base, mas já teria sido demitido. O clube, porém, não confirma nenhuma das informações 30/04/2014 às 17:37
Show 1
David Campayo Lleo, de 26 anos, seria um funcionário do Villareal que trabalha com as categorias de base
Mariana Tokarnia/Agência Brasil Rio de Janeiro (RJ)

A polícia espanhola anunciou nesta qyarta-feira (30) que prendeu o torcedor do Villarreal que atirou uma banana em Daniel Alves que jogava pelo Barcelona, no domingo (27), em rodada do Campeonato Espanhol. Trata-se de David Campayo Lleo, de 26 anos de idade.A detenção foi feita ontem. O jovem prestou depoimento e se encontra em liberdade.

O gesto foi enquadrado no Artigo 510 do Código Penal, que diz respeito à promoção de discriminação, ódio ou violência contra grupos ou associações por motivos racistas. O caso seguirá ainda para julgamento e há a possibilidade de ser arquivado.

O torcedor foi identificado no dia seguinte da partida e teve a carteira de sócio do clube suspensa. Além disso, foi proibido de entar no estádio. O Villarreal disse "lamentar e repudiar profundamente o incidente ocorrido na partida contra o Barcelona".

O ocorrido gerou reação em todo o Brasil, principalmente nas redes sociais com a campanha "#somostodosmacacos" lançada pelo jogador Neymar. A campanha publicitária criada pela agência Loducca foi, no entanto, criticada pelo movimento negro.

Nesta quarta-feira, a presidenta Dilma Rousseff disse que a Copa do Mundo no Brasil terá uma força muito grande na luta contra o preconceito.