Publicidade
Esportes
Craque

Atleta irá mostrar a ‘força’ do AM no US Open de Judô, nos EUA

Romualdo Sampaio Júnior, de 19 anos, vai tentar provar que os judocas locais são mesmo diferenciados, ele irá representar o Estado e o País em Fort Lauderdale, na Flórida (EUA), no dia 29 deste mês 10/07/2012 às 13:41
Show 1
Romualdo Sampaio Júnior participará do US Open de Judô
Lorenna Serrão Manaus

O Amazonas é considerado por muitos amantes e praticantes das artes marciais como um verdadeiro celeiro de lutadores do Brasil, até Flávio Canto, um dos principais nomes do judô nacional, já tentou descobrir o segredo da “força baré”. No próximo dia 29, o atleta Romualdo Sampaio Júnior, de 19 anos, vai tentar provar que os judocas locais são mesmo diferenciados, ele irá representar o Estado e o país no US Open de Judô, em Fort Lauderdale, na Flórida (EUA), competição aberta que reunirá os melhores lutadores do planeta.

O amazonense, convidado para participar do torneio, diz que a missão não será fácil, mas que está bastante confiante.

“Tenho certeza de que vou voltar para o Brasil com uma medalha, não será fácil enfrentar os japoneses, franceses e americanos, mas os brasileiros também são renomados e muito respeitados lá fora. Treinei forte para esta disputa e sei que alcançarei um bom resultado”, comentou Sampaio.

O judoca que competirá na categoria meio-leve (até 66 kg) acumula títulos importantes da modalidade, como seis títulos dos Jogos Escolares do Amazonas (JEA’s), uma medalha de ouro e três de prata nas Olimpíadas Escolares, um campeonato brasileiro e um primeiro lugar no Sul-Americano.

“Comecei a praticar o judô porque era muito brigão e precisava de disciplina, sempre fui muito dedicado e por isso ganho destaque nos torneios. Minha vida é dividida entre os treinos e a faculdade de engenharia civil, eu acredito que quando queremos muito algo sempre conseguimos, e é o que faço, todo sacrifício, até hoje, valeu muito a pena”, completou.

Romualdo Sampaio vai embarcar para Flórida no dia 24 e deve ficar lá até o dia 30. As passagens foram doadas pela Secretaria de Juventude Esporte e Lazer (Sejel). O atleta, que não tem patrocinador, ainda está em busca de ajuda para a hospedagem.