Publicidade
Esportes
VEM MEDALHA!

Atletas do Amazonas brilham e conquistam medalhas nos Jogos Universitários Brasileiros

Primeira fase dos Jogos Universitários Brasileiros, que acontece em Goiás, rende várias medalhas aos representantes do estado. 25/10/2017 às 07:48 - Atualizado em 25/10/2017 às 14:24
Show isabelle nobre  2
Isabelle Nobre foi o grande destaque do estado com três medalhas na natação, com direito a quebra de recorde amazonense. (Foto: Divulgação)
Valter Cardoso Manaus

A bandeira amazonense parece estar na moda. Nos pódios dos Jogos Universitários Brasileiros, que acontece em Goiás, as cores do estado tem marcado presença entre os melhores atletas da competição. Os representantes barés já conquistaram seis medalhas, mostrando o potencial dos atletas locais. 

Para se ter uma ideia, teve quem levasse três medalhas sozinha. Isabelle Nobre foi o grande destaque do estado, brilhando nas piscinas. A nadadora conquistou três bronzes na natação após um ano de ausência em competições por conta de uma lesão no maxilar. “É um sentimento de realização tão grande, pois ano passado eu tentei voltar e agora consegui voltar melhor que antes, melhorando minhas marcas pessoais”, revelou a nadadora amazonense. A felicidade das conquistas só aumentam o foco de Isabelle, que quebrou recordes do estado na competição e já pensa nos próximos passos da carreira.  “Agora é voltar a treinar, focar pro próximo Norte/Nordeste que pretendo ir mês que vem. Esse JUBS era a principal competição do ano”, pontuou a atleta que representa o La Salle.

As três medalhas de Isabelle não foram as únicas que as piscinas renderam ao estado. Ederson Maia também desembarca em Manaus com uma medalha de bronze na bagagem. “Foi emocionante, uma prova bonita, onde tinha campeão absoluto de estados grandes, e até campeão brasileiro da categoria júnior.  É uma sensação incrível, ver as pessoas torcendo pra você e ver que seu sonho está se realizando, é incrível!”, revelou o nadador que representa a Unip. Ainda feliz, porém, o atleta destaca que esperava mais dentro da competição. “O desempenho não foi o que eu esperava, não fiz um tempo tão alto, mas também não era o que eu queria, mesmo assim estou feliz!”, finalizou.

Deixando as toucas de lado, foi com as raquetes que  o Amazonas conquistou sua medalha de prata pelas mãos de Amanda Marques. Na disputa do tênis de mesa, ficou no segundo lugar mais alto do pódio. “Infelizmente neste ano eu não consegui o bicampeonato, perdi para a atleta que foi comigo para a Universíade, mas eu alcancei o meu objetivo que era a renovação da minha bolsa e poder representar o Amazonas e a Unip da melhor forma”, explicou a mesatenista, que tem sonhos altos para a carreira. “Pretendo continuar treinando e mantendo o alto nível. O resultado disso, só o tempo e as competições podem dizer. Porém, todo atleta sonha disputar um Pan Americano e Olimpíadas e vou continuar treinando para isso. Se conseguir realizar, ficarei muito feliz”, finalizou.

Foi com as mãos que veio a medalha de ouro em uma modalidade inusitada.  O estudante de direito da Faculdade Martha Falcão (FMF), Wendell Lucas, desbancou os outros 18 participantes para se tornar campeão de futebol digital, onde competiu no FIFA, no videogame, e foi o grande vencedor. Mesmo sendo de Brasília, o competidor estuda no Amazonas e representou o estado na disputa.  "O próximo passo é continuar treinando e, quem sabe, conseguir representar o Brasil no mundial, no ano que vem, organizado pela própria Fifa. Venho treinando bastante, faz uns dois anos, para tentar representar o país no cenário internacional", garantiu.