Publicidade
Esportes
Craque

Barcelona contrata Luis Enrique para lugar de Martino

Ídolo do Barça no campo, Luis Henrique assinou com a equipe por duas temporadas para ser o novo técnico. Ele saiu do Celta de Vigo, onde levou a equipe até a oitava colocação do campeonato espanhol deste ano 19/05/2014 às 15:43
Show 1
Luis Henrique assinou com o Barcelona por duas temporadas
Tim Hanlon/Reuters Brasil Barcelona (ESP)

O ex-meio-campista Luis Enrique assinou contrato de dois anos para se tornar técnico do Barcelona, anunciou o clube catalão nesta segunda-feira (19).

O treinador de 44 anos substitui o argentino Gerardo Martino, que deixou o cargo no sábado, após apenas uma temporada no comando da equipe e sem ter conseguido ganhar nenhum título importante.

"Luis Enrique foi escolhido como o novo treinador da equipe principal, tendo recebido o apoio do diretor esportivo Andoni Zubizarreta", disse o Barça em um comunicado.

"Luis Enrique vai assinar um contrato com o Barcelona para as próximas duas temporadas", continuou o dirigente do time catalão.

O Barcelona também confirmou a contratação do goleiro Marc-Andre Ter Stegen, do Borussia Monchengladbach, e os retornos de Rafa Alcântara e Gerard Deulofeu, que estavam emprestados para Celta de Vigo e Everton, respectivamente.

Carreira

Jogador do meio campo, Luis Henrique foi revelado pela pequena equipe espanhola do Sporting Gijón, no fim dos da década de 19980. Ele passou oito temporadas no Barcelona (’96 a ’04) onde fez parceria com diversos brasileiros como: Giovani, Ronaldo e Rivaldo. Antes de ser ídolo no Barcelona, jogou durante cinco anos no maior rival, Real Madri (‘91 a ’96) um feito raro para qualquer jogador.

Após encerrar a carreira no gramado, Luis Henrique iniciou sua jornada como técnico, treinando a equipe B do Barcelona. Seu sucesso à frente do time o levou para a Itália onde comandou o Roma durante a temporada de 2011.

Sua breve passagem pela equipe italiana foi devido a resultados ruins, que o levaram de volta à Espanha, onde foi contratado pelo Celta de Vigo. Lá, permaneceu por dois anos, levando a equipe até a oitava colocação da temporada deste ano.