Publicidade
Esportes
Craque

Batizado e Troca de Cordas de Capoeira acontece neste fim de semana em Manaus

O evento servirá como preparativo para o Campeonato Amazonense, que será realizado em 17 de junho 07/06/2012 às 10:36
Show 1
Atletas de capoeira do AM prometem show para o grande público
Nathália Silveira Manaus

Um estilo de luta que lembra também uma dança, capaz de desenvolver corpo, mente e a musicalidade. Nascida no século 15, na época em que o Brasil era colônia de Portugal, a capoeira é encarada não somente como uma modalidade esportiva,  mas também como um importante elemento da cultura popular brasileira – tipo exportação.

E para celebrar esse símbolo de miscigenação e resistência, a Escola de Capoeira Luta e Libertação - que surgiu na cidade em 2007 -, promove sexta e sábado o décimo Batizado e Troca de Cordas. O evento serve como preparativo para o Campeonato Amazonense, que será realizado em 17 de junho.

Para o batizado e troca de cordas, estarão presentes dois contra-mestres fora da capital: o heptacampeão brasileiro Santiago Gomes, de Goiás, e o professor Baianinho, de Val Paraíso (DF) . “Eles vão poder passar toda sua experiência e dar lições àqueles que irão  vivenciar uma nova etapa na Capoeira”, observou o contra-mestre Dermílson Freitas, mais conhecido como Canário.

A abertura do evento  será nesta sexta-feira no calçadão da Praia da Ponta Negra, Zona Oeste, das 18h às 21h. No sábado, o encontro continua no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (rua Gandu, com a avenida Noel Nutles, nº 119, núcleo 8, Cidade Nova, Zona Norte), das 14h às 17h. “Queremos convidar todos aqueles que gostam desta modalidade a ir participar, é gratuito e será uma grande festa”, observou. Canário é mestre na Escola de Capoeira Luta e Libertação, localizado na Alvorada I, Zona Centro-Oeste e lá desenvolve um trabalho social com cerca de 80 crianças. Segundo ele, seu principal objetivo é propagar práticas saudáveis através do esporte, auxiliando na formação integral desses meninos. Quando não está fazendo acrobacias no solo ou no ar, Dermílson  é soldado da Polícia Militar da 14ª Cicom. “A escola realiza  a cada seis meses exames de graduação. Ao todo, já fizemos mais de trinta e dois batizados, contados a partir de 2006. A capoeira cresce bastante em nosso estado e por isso temos que valorizar essa cultura, que para algumas pessoas é o caminho para uma vivência melhor como pessoa, através de tudo o que o esporte prega”, considerou.

O evento do final de semana além de servir como  avaliação para o Amazonense, ainda anunciará oficialmente o Campeonato Brasileiro, que será realizado na Bahia, no período de 28, 29 e 30 de setembro. Os melhores do estadual, já estarão com a vaga garantida.