Publicidade
Esportes
Craque

Brasil vacila e cede empate à Itália

Brasil sofre apagão no segundo tempo e leva dois dos italianos. Felipão segue sem conseguir vencer pela seleção brasileira desde que retornou ao comando do time. 21/03/2013 às 17:33
Show 1
Brasil faz um 2º tempo horrível e sofre dois gols da seleção italiana
Bruno Strahm Manaus (AM)

Após um 1º tempo irrepreensível, Brasil sofreu com o nervosismo de seus jogadores e acabou levando dois gols da seleção italiana logo nos primeiros minutos da segunda etapa, na tarde desta quinta-feira (21), em Genebra, na Suíça. A Itália correu atrás do prejuizo e empatou a partida em 2x2. Oscar e Fred marcaram os gols brasileiros.

Os comandados de Felipão realizaram um bom primeiro tempo, sofrendo apenas alguns sustos do ataque da Itália, que obrigou o goleiro Julio Cesar a realizar duas defesas difícieis.

O primeiro gol saiu aos 28 minutos, após cruzamento pela esquerda do lateral Filipe Luís, Fred abrir o placar para o Brasil.

Procurando o empate, a Itália saiu mais para buscar o jogo e se abriu para os contra ataques. Aos 42 minutos, Neymar carregou a bola do meio de campo, em uma bela jogada, limpou a marcação de Pirlo e chamou três italianos para cima, o que possibilitou Oscar aparecer livre para receber a bola do santista e tocar no canto direito do goleiro Buffon. Brasil 2x0 Itália.

2º tempo

Em um apagão nos minutos inicais do 2º tempo, a Itália procurou mais o jogo e logo aos 8 minutos, após cobrança de escanteio, em uma falha bisonha da defesa canarinho, De Rossi apareceu sozinho para fazer Brasil 2x1 Itália.

Com gana de mais gols, a squadra azzurra não recuou, e mais adiante, aos 11 minutos, Balotelli recebeu a bola de frente para a meta brasileira e fez um golaço, no canto superior esquerdo do goleiro Julio César, que nada pôde fazer. Brasil 2x2 Itália.

O Brasil sentiu o golpe e continuou apático na partida, enquanto o time italiano ia tomando cada vez mais conta do jogo. Em uma tentativa de mudar algo na partida, Scolari sacou o meia Oscar e colocou Kaká aos 24 minutos. Depois trocou Fred pelo novato na seleção Diego Costa.

Mais seguro no jogo, a Itália limitou-se a administrar a partida, mostrando a conhecida solidez de sua defesa. As tentativas de Neymar e Hulk parravam na muralha azul dos italianos.


Escalação

Brasil: Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Dante e Filipe Luis; Fernando, Hernanes e Oscar; Hulk, Fred e Neymar. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Itália: Buffon; Maggio, Barzaghi, Bonuccio e De Sciglio; DeRossi, Pirlo, Marchizio e Montolivo; Balotelli e El Shaarawy. Técnico: Cesare Prandelli.