Publicidade
Esportes
Craque

Campeão olímpico do hipismo inspira atleta do Amazonas

O Amazonense João Vitor Lima, campeão brasileiro de 2012 por equipe e individual, na categoria júnior, fã de Rodrigo Pessoa, medalha de ouro nos jogos de Atenas, em 2004, está de malas prontas rumo a Europa 02/08/2012 às 12:36
Show 1
João Vitor Lima campeão brasileiro de 2012, categoria Júnior
Lorenna Serrão Manaus

Na última sexta-feira (27) o mundo acompanhou e se emocionou com a cerimônia de abertura dos jogos Olímpicos de Londres. Um dos momentos mais empolgantes do evento foi à entrada das delegações. Rodrigo Pessoa, um dos maiores nomes do hipismo nacional foi o porta-bandeira do Brasil.

O cavaleiro que conquistou duas medalhas de bronze por equipes em Atlanta (1996) e Sydney (2000). E que atingiu o seu auge em 2004, em Atenas, quando ganhou o ouro, é o grande ídolo da maior revelação do hipismo amazonense dos últimos tempos, João Vitor Lima, campeão brasileiro de 2012 por equipe e individual, na categoria júnior.

Esta foi a primeira vez que um atleta do Amazonas alcançou este feito. Por isso, depois da conquista inédita, o cavaleiro de 15 anos decidiu se mudar para Bélgica, por um simples motivo: Os melhores do mundo se formaram lá, inclusive Rodrigo Pessoa.

“Fiquei muito feliz com a vitória, principalmente por ter sido o primeiro amazonense a conquistar um ouro nesta prova. E por isso, decidi me mudar para Bélgica para aperfeiçoar as minhas técnicas, pegar mais experiência e treinar um pouco mais, porque meus cavalos ficam em São Paulo e aí eu acabo treinando pouco e lá terei a oportunidade de conciliar meus treinos com os meus estudos e ainda ficarei ao lado dos melhores cavaleiros do planeta”, disse o campeão brasileiro.  

Vitor que deve embarcar para Europa na próxima semana, acompanhado pela avó Marli Castro, de 56 anos, já está com os pensamentos voltados para a sua  próxima competição, aqui mesmo no Brasil.

“Em setembro vou participar do Sul-Americano, em Passo Fundo, Rio Grande do Sul, e então não terei muito tempo para descansar, vou treinar intensamente, sei que por ter conquistado o Brasileiro serei apontado como o favorito, mas procuro não pensar muito nisso”, comentou.

Assim como todos os atletas de modalidades olímpicas, João Vitor sonha em participar de uma olimpíada. Ele conta que este é o seu principal objetivo.

“Eu quero fazer história, quero chegar a uma olimpíada, a um mundial, isso é o que eu espero do futuro. A primeira vez que o Rodrigo Pessoa participou de uma olimpíada ele tinha 18 anos. Em 2016, quando os jogos serão disputados no Rio, eu estarei com 19 anos, ou seja, de repente posso estrear nos jogos olímpicos em casa, quem sabe?”, questionou o atleta.


Apoio da família
A mãe de Vitor, Mara Aguiar, conta que apesar da saudade que sentirá do filho, está muito feliz, pois sabe que ele vai realizar um grande sonho.

“Meu marido e eu sabemos que ele fará muita falta, mas nós estamos aqui para apoiá-lo, porque para nós o que importa é a felicidade dele, e eu sei que ir para Bélgica é a realização de um sonho e se a saudade apertar nós pegamos o primeiro avião rumo a Europa”, completou Mara.  

João Vitor Lima já provou que não é mais uma promessa e sim uma realidade do hipismo nacional, por isso, amigo internauta, grave este nome, pois no futuro ele com certeza dará muitas alegrias ao Amazonas e principalmente ao Brasil.