Publicidade
Esportes
Craque

Caramuri, o nome da bola de 2014, estará no Rio + 20

De autoria do contador Beto Mafra, o Projeto do fruto típico do Amazonas que vinga de quatro em quatro anos,  será panfletado nesta quinta-feira pelo próprio autor no stand do Estado 20/06/2012 às 10:26
Show 1
Beto Mafra quer expor o projeto para os gringos no Rio
Jornal A Crítica Manaus

A ideia de dar o nome de caramuri à bola da Copa do Mundo de 2014 ganhará força também fora do País, durante a conferência internacional Rio+20, realizado no Rio de Janeiro com lideranças dos quatro cantos do mundo. De autoria do contador Beto Mafra, o Projeto Caramuri, fruto típico do Amazonas que vinga de quatro em quatro anos,  será panfletado nesta quinta-feira pelo próprio autor no stand do Amazonas.

“É uma breve apresentação do projeto. Tive o cuidado de pedir da gráfica panfleto em inglês e português. O objetivo é ganhar força internacional. Até a pronúncia do nome caramuri é mais fácil e mais sonora para os gringos”, defende.

Antes, porém, Mafra fará, hoje, na capital fluminense uma defesa mais abrangente e técnica do seu projeto, no auditório do consórcio que ganhou a licitação para a reconstrução do estádio do Maracanã. O idealizador disse ter sido convidado pelo assessor de imprensa do consórcio, Igor Samy. Mafra terá uma hora - das 10h às 11h - para apresentar sua proposta. Durante a tarde, Mafra correrá nos quatro grandes clubes cariocas - Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense - também apresentando o Projeto Caramuri.

“A concorrência (há um curso uma defesa do nome Gorduchinha) fez isso com os principais clubes paulistas”,  explicou.

Mafra explica que tradicionalmente o nome adotado para a bola da Copa tem apelo cultural. Ele lembra que a bola da Eurocopa, por exemplo, que está sendo disputada na Polônia e na Ucrânia, tem o nome de Tango 12, um modelo retrô em homenagem à copa da Argentina em 1978. Nas Olimpíadas de Londres, segundo ele, a bola vai ser denominada The Albert, em referência ao The Royal Albert Hall, a casa de espetáculos da nobreza londrina.

”Nunca se homenageia uma pessoa apenas como propõe o nome de Gorduchinha. Sempre o nome tem uma referência cultural de um País. Além de sonoro, o caramuri tem esse apelo“.