Publicidade
Esportes
Craque

CBF inclui Treze na Série C, que agora tem 21 clubes

No entanto, a entidade ainda continuará a batalha judicial para derrubar a liminar que vai garantindo o Treze na Terceira Divisão. O Treze entrou no Grupo A da competição 29/06/2012 às 18:40
Show 1
Estádio Arena da Floresta durante jogo do Rio Branco (AC)
Lancepress! Rio de Janeiro (RJ)

Muito a contragosto, a CBF precisou se render a mais uma decisão a favor da entrada do Treze na Série C e nesta sexta-feira já incluiu o time paraibano na competição, que agora passa a ter 21 clubes. Para não alterar a logística e ordem dos jogos, a CBF colocou as partidas do Treze para as quartas-feiras. A estreia já é na próxima, dia 4, contra o Salgueiro, fora de casa.

No entanto, a entidade ainda continuará a batalha judicial para derrubar a liminar que vai garantindo o Treze na Terceira Divisão. O Treze entrou no Grupo A da competição, curiosamente o mesmo do Rio Branco, clube que motivou a entrada com ação na Justiça comum. O LANCENET! já tinha antecipado a possibiliade da inclusão do Treze.

- Foi uma batalha gigantesca. O último ponto de coronelismo do Brasil é a CBF. Sempre acreditamos na vitória final - afirmou o presidente do Treze, Fábio Azevêdo.

Mas como se deu a inclusão? Nesta sexta, a CBF foi intimada por um oficial de justiça a mando do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) - atendendo a ordem expedida na quinta-feira pelo TJ-PB - para que o Treze entrasse na Série C.

O próprio presidente da CBF, José Maria Marin, recebeu o documento e nele mesmo, a próprio punho, confirmou que já tinha cumprido a decisão de colocar o clube paraibano na disputa, antes mesmo da chegada da intimação.

Esta foi a intimação recebida por Marin, que assinou abaixo do texto (Reprodução)

Motivo da discórdia

Quinto colocado da Série D-2012, o Treze não concordou com o acordo pela permanência na Série C conseguido pelo Rio Branco junto à CBF e ao STJD, depois que o clube do Acre foi punido por ter acionado a Justiça comum antes das esferas desportivas.

Derrota no STJD

O Treze acionou o STJD para derrubar o acordo, mas foi derrubado em todas as instâncias, inclusive no Pleno.

TJ-PB e liminar

O Treze entrou com ação na 1ª Vara Cível de Campina Grande e conseguiu a seu favor uma liminar que ordena a CBF inclui-lo na Série C. A CBF tentou várias vezes derrubar a liminar, mas não conseguiu.

Derrota e contra-ataque

A CBF anunciou, sem o Treze, o início da Série C. Mas o clube conseguiu quinta-feira uma ordem de cumprimento imediato da liminar e rejeitou a solução dada pela CBF para o caso: pagamento de multa no valor de R$ 2,48 milhões.