Publicidade
Esportes
Craque

CBF nega que acidente com ônibus da seleção tenha causado apagão na Argentina

Sem energia elétrica no estádio de Resistência, o segundo jogo do Superclássico das Américas, entre Brasil e Argentina, foi cancelado. E  ainda não há previsão de uma nova data para o confronto 04/10/2012 às 09:38
Show 1
Falta de energia no estádio em Resistencia impediu a realização da partida do Superclássico das Américas
Acritica.com ---

A Confederação Brasileira de Futebol – CBF divulgou um comunicado oficial na manhã desta quinta-feira (04), afirmando que o ônibus da Seleção não teve nada a ver com as causas do apagão no estádio Resistência, local onde aconteceria o segundo jogo do Superclássico das Américas entre Brasil e Argentina, nesta quarta-feira, e que por falta de iluminação suficiente foi cancelado.

Até agora a organização do evento e as duas federações que regem o futebol brasileiro e argentino (CBF e AFA) não souberam informar o que ocasionou a queda de energia, que coincidentemente começou logo após a chegada dos brasileiros no estádio.

Outra dúvida é em relação ao troféu que seria entregue ao final do confronto. Com a falta de datas para uma nova partida, não se sabe ainda quem ficará com a taça do Superclássico de 2012. O Brasil venceu o primeiro jogo, mas no regulamento da competição não consta nada sobre definição de vencedor em caso de suspensão de uma das partidas.

“Não sabemos ainda”, disse Kleber Leite – presidente da Klefer, empresa responsável pelo Superclássico, ao ser questionado sobre o assunto.

Confira abaixo o comunicado oficial da CBF
Não é verdadeira a informação de que tenha acontecido um "acidente" com o ônibus da Seleção Brasileira, antes do jogo contra a Argentina que acabou cancelado, com uma "suposta batida" em um gerador no estádio em Resistencia.

O ônibus da Seleção Brasileira entrou e saiu do estádio normalmente, como podem atestar todos os ocupantes da delegação.