Publicidade
Esportes
Craque

Cerimônia de abertura da 27ª edição dos Jogos Olímpicos será hoje

Capital inglesa entra para a história ao sediar a Olimpíada pela terceira vez na história  27/07/2012 às 13:07
Show 1
Ligação de Londres com os jogos vem do início do século passado
André Viana/ Adan Garantizado Manaus

 Mais de dois bilhões de pessoas acompanharão, ansiosos, a cerimônia de abertura da 27ª edição dos Jogos Olímpicos da era moderna, nesta sexta-feira às 16h (Manaus). A festa, em Londres, tem previsão de 3 horas de duração, e, como de costume, contará com rituais que foram introduzidos ao metiê dos jogos. Muitos deles, concebidos na capital inglesa - que se tornará a primeira cidade do mundo a acolher por três vezes o maior espetáculo esportivo do mundo. Foi em Londres, no ano de 1908, que o “Pai dos Jogos”, o francês barão francês Pierre de Coubertin, disse, pela primeira vez a frase símbolo dos jogos: “O mais importante nos Jogos Olímpicos não é vencer, e sim competir”.

Era a terceira edição Olímpica, e a primeira a contar com complexos esportivos exclusivos para os atletas, desfile de delegação na abertura e encerramento e não depender de um grande evento na cidade para despertar atenção do público. A primeira edição realizada em Londres, após os fiascos de Paris (1900) e Saint Louis (1904) foi fundamental para perpetuação do sonho Olímpico do nobre francês de resgatar, em 1896, em Atenas, as competições que a capital grega realizava até o ano 392.

Em 1948, Londres voltou a resgatar o “espírito olímpico”, desta vez como prêmio pela participação decisiva que teve para salvar a Europa das garras de Hitler. Sempre primando pela organização, Londres cumpriu seu dever.  Em sua terceira vez, a capital inglesa, berço da revolução industrial, promete repetir os êxitos anteriores. A diferença é que desta vez, a Rede Calderaro de Comunicação estará presente, com uma equipe de reportagens exclusiva, mostrando que sabe competir. Quem vence é a população amazonense.

De olho em 2016
 A presidente Dilma Rousseff inaugurou oficialmente ontem a Casa Brasil em Londres, que será a representação oficial dos Jogos Olímpicos do Rio-2016, no segundo dia de sua visita à capital britânica, durante o qual se reuniu com o presidente da Fifa, Joseph Blatter. A casa está situada em um palacete neoclássico de Somerset House, diante do rio Tâmisa. O espaço vai mostrar aos londrinos e aos turistas a cultura, música, culinária e o projeto olímpico do país.

A casa traz uma exposição de arte contemporânea que Dilma qualificou de “encantadora”. Antes das Olimpíadas de 2016, o Brasil organizará a Copa do Mundo de 2014, o que levou Dilma a se reunir durante várias horas ontem com o presidente da FIFA, Joseph Blatter. “O presidente da Fifa revelou à Dilma suas impressões sobre o andamento das obras para a Copa do Mundo de 2014, que foram as melhores possíveis”, revelou o ministro brasileiro dos Esportes, Aldo Rebelo, que também participou da reunião. Blatter disse no Twitter que as duas partes “expressaram sua confiança mútua durante a reunião”.