Publicidade
Esportes
Craque

Chama Olímpica chega a Londres, emociona e inicia caminhada ao estádio oficial

Frio e chuva não esfriaram a emoção da chegada cinematográfica do símbolo olímpico a Londres; hoje, ele começa uma peregrinação pela cidade até chegar no Estádio Olímpico 21/07/2012 às 14:04
Show 1
A tocha percorreu 12,8 mil quilômetros na Grã Bretanha e Irlanda
Leandro Prazeres Londres

LONDRES – Nem a tradicional e já esperada chuva conseguiu afastar milhares de londrinos da cerimônia que marcou a chegada da tocha olímpica à capital britânica, no início da noite de ontem. Cercado por um forte esquema de segurança, a chama que simboliza os ideias olímpicos chegou a Londres de helicóptero e vai passar seu primeiro dia na cidade na famosa London Tower. Hoje, ela começa uma peregrinação pela cidade até chegar no Estádio Olímpico, marcando o início dos jogos.

Até chegar a Londres, a tocha percorreu 12,8 mil quilômetros na Grã Bretanha e Irlanda. A chegada da chama olímpica aconteceu de forma apoteótica. Dois helicópteros da marinha britânica sobrevoaram a região próxima à Tower Bridge. Militares fizeram manobras de rapel até que um deles desceu carregando a tocha e guardando-a na London Tower, uma das construções antigas mais importantes da capital britânica.

Na margem direita do Rio Tâmisa, milhares de pessoas se aglomeraram para ver a chegada da tocha olímpica. O casal espanhol Almudena García, 28, e Juan Rodriguez, 30, que vive há um ano e meio em Londres, disse ter ficado emocionado. “Eu nem estava dando muita atenção a toda essa movimentação em torno das Olimpíadas, mas hoje foi impossível esquecer. Foi uma chegada muito emocionante e acho que todas as pessoas entraram no clima”, diz a espanhola.

Para o londrino Dominic Girland, 33, que trabalha em frente à London Tower, a chegada da tocha olímpica é um marco na história da cidade. “A gente vinha esperando por isso há muito tempo. Toda a cidade e, sobretudo os londrinos, estava se preparando para esse momento. Acho que a cidade vai ficar ainda mais movimentada na medida em que o início dos jogos se aproximar e isso vai ser muito legal”, disse.

Hoje, a tocha olímpica segue sua peregrinação por Londres, começando pelo Greenwich Park, famoso pela linha de Greenwich, que marca a divisão do planeta em dois hemisférios (Leste e Oeste). Na segunda-feira (23) vai ser a vez do símbolo passar pela região de Crystal Palace, onde a delegação brasileira está instalada. Depois de passar pelas mãos de quase 8 mil pessoas, apenas no Reino Unido, a expectativa agora é para saber quem será o último a carregá-la, dentro do Estádio Olímpico.

Esse momento já reservou emoções como a chegada da atleta australiana de origem aborígene Cathy Freeman que acendeu a pira olímpica em Sidney, em 2000. Outro momento de emoção foi em Atlanta, quando o responsável por acender a pira foi o ex-campeão olímpico de box e dos pesos pesados Muhamad Ali.