Publicidade
Esportes
Craque

Classificado, Fluminense tenta evitar 'vingança' do Boca Juniors no Engenhão

O Flu vai tentar vencer o time argentino, nesta quarta-feira, às 22h, para conseguir a vantagem na Copa Libertadores e disputar os jogos de volta do mata-mata em casa 11/04/2012 às 10:29
Show 1
Jogadores do Fluminense
Uol/ Esporte ---

Já classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores, o Fluminense entra em campo nesta quarta-feira, às 22h, para encarar o Boca Juniors, no Engenhão, com um objetivo fixo: vencer para conseguir a vantagem de disputar os jogos de volta do mata-mata em casa. E a melhor campanha pode ser confirmada com uma rodada de antecedência, caso o Vélez Sarsfield tropece e a equipe tricolor confirme os três pontos. Mas, além disso, a equipe das Laranjeiras tenta evitar a vingança dos argentinos, que admitiram que vieram ao Rio de Janeiro com sentimento de revanche por causa da derrota imposta pelo cariocas em plena La Bombonera.

“Existe, sim, um sentimento de revanche contra o Fluminense, não só pela derrota em 2008, mas pela vitória na Bombonera. Pretendemos dar o troco no Engenhão, mas vamos entrar com tranquilidade, não com raiva. Mas com sentimento de revanche”, disse Santiago Silva, artilheiro do Boca.

Quem também recordou o confronto na Argentina foi o técnico Abel Braga, mas em tom de protesto. Segundo o comandante tricolor, a vitória não teve a devida repercussão.

“Lamento a pouca repercussão do jogo na Argentina. Deram pouco valor para nossa vitória. Imagino se fossem outros clubes... Depois daquele resultado, eles já começaram a engrenar outra série invicta”, lamentou.

Satisfeito com o desempenho do time na temporada, o comandante tricolor enfatizou que a equipe soube jogar a competição.

“O Fluminense tem jogado com uma certa inteligência e experiência esse tipo de competição. Tem defendido bem, com a defesa menos vazada, junto com o Corinthians, se não me engano. E tem sido agressivo. É um tipo de arbitragem diferente. A gente não tem ficado parado reclamando de falta, por exemplo”, disse.

Um dos líderes do time, o meia Deco foi ainda mais longe. Experiente, ele valorizou o equilíbrio da Libertadores e admitiu que, neste quesito, a competição supera até a badalada Liga dos Campeões.

“É o torneio mais difícil porque você tem equipes iguais. Como, por exemplo, o Brasileiro, que tem 12 [times] em condições de ganhar. Na Liga dos Campeões, tem seis, sete times para ganhar... Na Libertadores, tem mais. Todo campeonato que se tem seis ou sete times em condições de ganhar fica mais difícil”, completou.

FLUMINENSE X BOCA JUNIORS

Data: 11/04/2012, quarta-feira
Horário: às 22h (de Brasília)
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Transmissão na TV: Globo e Fox Sports
Árbitro: Darío Ubriaco (URU)
Assistentes: Carlos Pastorino (URU) e Carlhos Changala (URU)

FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Deco e Thiago Neves; Wellington Nem e Fred
Técnico: Abel Braga

BOCA JUNIORS
Orión; Roncaglia, Schiavi, Insaurralde e Sánchez Miño; Rivero, Erbes, Erviti e Chávez; Mouche e Santiago Silva
Técnico: Julio Cesar Falcioni