Publicidade
Esportes
Craque

Com motivação de nunca ter perdido para o Fast, Vidinha busca vaga na final

Meia de 32 anos que fazer do Tabu um trampolim para a classificação do São Raimundo para a final do primeiro turno do Amazonense 23/03/2013 às 10:50
Show 1
Meia Vidinha terá motivação extra contra o Fast
Augusto Costa Manaus (AM)

Disposto a manter o tabu de nunca ter perdido para o Fast Clube, jogando pelo São Raimundo - foram duas vitórias e um empate, o meia-atacante Vidinha, 32, acredita que o Tufão da Colina vai entrar em campo, neste sábado às 15h, no estádio Roberto Simonsen, (Sesi), com transmissão ao vivo pela TV A Crítica, estudando o adversário como numa “partida de xadrez”, onde a concentração é fundamental e uma jogada bem elaborada pode definir a partida.

O objetivo da única equipe invicta no Campeonato Amazonense Chevrolet 2013 é ir pra cima do Rolo Compressor durante os 90 minutos, evitando o empate e a necessidade das cobranças de penalidades máximas (em caso de empate).

Apesar de vir atuando na competição com dores no tornozelo direito, Vidinha disse que está com “fome de bola” e vai jogar para ajudar o São Raimundo a conquistar a vaga para a final do primeiro turno do Estadual.

“Estou confirmado. É um jogo difícil, mas vou procurar dar o máximo para conseguirmos a classificação. Vou ajudar a equipe com muita velocidade. Partiremos pra cima da defesa advesária. Eu nunca perdi para o Fast jogando com a camisa do São Raimundo e pretendo continuar com esta escrita”, afirmou o empolgado Vidinha.

Sobre a possibilidade da partida ser decidida na cobrança de penalidades máximas, Vidinha disse que não deve participar das cobranças. “O treinador Eduardo Clara já definiu os cinco batedores, e eu não vou bater pênalti. Vamos entrar focados para levar o Tufão a decidir o título do primeiro turno”, prevê o jogador.

Penalidades

Como em uma semifinal tudo pode acontecer, o técnico do São Raimundo Eduardo Clara pediu aos jogadores que treinassem exaustivamente cobrança de penalidades máximas no último treino de apronto. Adepto da estratégia do mistério, o treinador do Tufão da Colina não quis adiantar quem serão os cobradores oficiais do time.

“Estamos tranquilos. Fizemos um ótimo trabalho durante a semana e estamos prontos para esse jogo que será uma final antecipada. Queremos definir nos 90 minutos por isso devo manter o esquema tático ofensivo como estamos jogando. Temos as variações táticas com até três atacantes Maiquinho, Clailson e Marinho. Já tenho a relação dos jogadores que deverão cobrar as penalidades, caso seja necessário, mas não vou revelar”, disse em tom misterioso.

Kaká quer gols

Pelo lado fastiano, o atacante Kaká, que já balançou as redes adversárias duas vezes no Campeonato Amazonense, disse que não há nada melhor do que deslanchar na competição no clássico contra o São Raimundo e classificar o Rolo Compressor para a final do primeiro turno. “Trabalhamos para superar a defesa deles que é muito compactada, mas estamos prontos para mais este desafio. Vou atuar em velocidade explorando as laterais do campo e se a oportunidade surgir quero marcar meus gols, Quero o Fast na final do primeiro turno”, afirmou o atacante, empolgado com o clássico.

Já o técnico Paulo Morgado disse que não vai modificar a estratégia do time contra o São Raimundo e deve apostar no esquema 4-2-3-1, variando para o 4-3-3.

“Quero resolver o jogo nos 90 minutos, mas futebol é imprevisível. A nossa equipe é técnica, mas também explora a velocidade e o toque de bola. O São Raimundo é muito forte e joga em bloco saindo com velocidade nos contra ataques. Estamos prontos para neutralizá-lo”, avisou Morgado.

Ficha Técnica

São Raimundo x Fast Clube

São Raimundo
Julião; Hugo De Leon, Ronan, Tião Bahia e Fernando; Adonias, Amaralzinho, Maiquinho e Vidinha; Clailson e Marinho. Tc:Eduardo Clara

Fast Clube
Preto; Júnior Sertânia, João Gomes, Fábio Gomes e Janailton; Baiê e Souza; Michel Parintins, Catatau, Kaká e Júnior.Tc: Paulo Morgado

Estádio: Sesi Horário: 15h Árbitro: Eduardo Campos da Encarnação Transmissão: TV A Crítica.