Publicidade
Esportes
Craque

Com set popular, David Guetta se apresenta no Brasil

A apresentação não teve atraso e começou às 2h30, mas deixou boa parte do público descontente com a falta de infra-estrutura do local 08/01/2012 às 19:13
Show 1
David Guetta durante apresentação no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo
uol/música ---

O DJ francês David Guetta veio ao Brasil para apresentar a sua turnê "Nothing But The Beat" em 14 shows. Após passar pelo Rio de Janeiro e Florianópolis, a parada deste sábado (7) foi o Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo. A apresentação não teve atraso e começou às 2h30, mas deixou boa parte do público descontente com a falta de infra-estrutura do local.

A apresentação iniciou com "Make You Sweat" colocando o público de cerca de 20 mil pessoas para dançar. Embora os DJs brasileiros Mário Fischetti e Viktor Mora & Naccarati tenham tentado animar a galera antes do começo do show principal, só Guetta conseguiu e emendou ao hit o cumprimento: "Olá Brasil. Oh, meu Deus! Eu posso sentir vocês, Brasil. Vamos lá?".

Sem parar um segundo, músicas conhecidas do público e de artistas populares fizeram o setlist de David Guetta. "Love Is Gone", de Chris Willis, "I Gotta Feelling", do Black Eyed Peas, "Rolling In the Deep”, de Adele, e muitos outros hits, fizeram o chão do Anhembi tremer.

Após elogiar as mulheres brasileiras e fazer uma comparação entre os públicos do Rio de Janeiro e São Paulo, o francês terminou o show com a música mais esperada da noite, "Without You", tirando aplausos calorosos da platéia.

Infraestrutura

O educador físico Rafael Nery pagou R$ 450 --os convites variavam de R$ 120 a R$ 500-- para ficar no camarote open bar e reclamou da infraestrutura do local. Segundo ele, o problema do evento começou já no estacionamento.

"O estacionamento era mal sinalizado e, quando o achamos, não tinha mais vaga. Tivemos que pagar R$ 50 para um 'flanelinha' deixar a gente parar na rua, sem segurança nenhuma". Além disso, ele criticou a lotação do camarote, resumindo em "abarrotado".

Já Enrique Edelstein criticou a organização de todo o evento. "Não vale a pena pagar o que pagamos aqui, não deram nenhuma estrutura. Filas quilométricas, calor, muita gente e bebida ruim. Isso é tudo o que temos".

Com filas de mais de 20 minutos, os banheiros químicos exalavam mau-cheiro e era possível ver lixo espalhado pelo chão.