Publicidade
Esportes
Craque

Com 'torcida presente', seleção brasileira dá início aos trabalhos visando dois amistosos na Arena

Mesmo com os portões fechados, alguns torcedores conseguiram uma vista privilegiada em cima de contêiners atrás do estádio 06/10/2015 às 21:57
Show 1
Torcedores deram um jeito para ficar mais próximo da Seleção
Anderson Silva Manaus (AM)

Depois da total atenção aos torcedores desde a chegada ao Aeroporto, assim como no hotel - em que os fãs puderam ficar bem próximos dos ídolos -, livre também dos olhares e intervenções dos seguranças, a Seleção Brasileira Olímpica se “fechou”, ao menos tentou, para os torcedores no primeiro dia de treinos em Manaus. O foco agora é nos amistosos contra República Dominicana e Haiti, nos dias 9 e 12, na Arena da Amazônia.

Isso porque, no final da tarde de ontem, no estádio Carlos Zamith, no Coroado, Zona Leste, aproximadamente 50 torcedores assistiram ao treino sem necessidade de pular o muro e ir para a arquibancada ou mesmo driblar a segurança.

Os torcedores, entre eles crianças, aproveitaram a permissão dos donos de uma empresa de logística localizada  atrás do estádio e de “camarote” assistiram a todo  treino da Seleção.

“Aqui tem torcedor fanático. Como eles fecharam lá (entrada principal) eu procurei uma entrada e pulei o muro. Os donos deixaram e vieram umas cinquenta pessoas”, disse o universitário Jeferson Ferreira, 18, apoiado pela indignação de outros espectadores.


“É um desrespeito que a CBF faz com a gente. A Seleção demora pra vim e quando vêm eles fecham os portões. Aqui tem criança e tivemos que passar por espinho e vidro para ver eles treinando”, esbravejou o motorista, Luciano Cabral, 29, que prometeu voltar por conta do filho Flávio, de quatro anos.

Treino


Comandado pelo técnico Rogério Micale, que trabalhou em campo reduzido e priorizou a forte marcação das duas equipes em todos os setores, o treinador cobrou a linha defensiva do time reserva e a atenção redobrada na saída de bola. Maicon, Rodrigo Ely, Dória e Douglas Santos; Lucas Silva, Fred e Felipe Anderson; Kennedy, Luan e Gabriel Jesus foram os titulares. Uilson, João Pedro, Marlon, Lucão e Wendell; Rodrigo Caio, Walace e Valdivia; Gabriel Barbosa, Vinicius Araújo e Vitinho, formaram a equipe “B” que ainda poderá sofrer ajustes até o primeiro jogo contra a Republica Dominicana.

Durante a atividade, destacaram-se os atacantes Vitinho, do Internacional, e Gabigol, do Santos. Cada um fez dois gols no treinamento. Valdívia também marcou para o time B, mostrando para Micale que possuem condições de ganhar a titularidade na equipe. Os trabalhos tiveram duração de quase duas horas.