Publicidade
Esportes
Craque

Contusão de Ganso gera especulações em times de futebol

De acordo com a nota, a lesão foi na “transição da região miotendínea proximal do tendão reto femoral da coxa esquerda” 01/09/2012 às 12:28
Show 1
Parada estratégica ou não?
Jornal Acrítica ---

 Nem Santos e nem São Paulo. Paulo Henrique Ganso sai de cena por tempo indeterminado em razão de uma complicada lesão muscular na coxa esquerda, descoberta no exame de diagnóstico por imagem a que se submeteu na última quinta-feira. A informação foi transmitida em nota de quatro linhas no site oficial do clube, na manhã de ontem. O meia sofreu a contusão ao dar um chute ainda no primeiro jogo do jogo em que o Santos foi derrotado por 3 a 1 pelo Bahia, na última quarta, na Vila Belmiro, mas mesmo assim ele pediu para voltar para a etapa final.

De acordo com a nota, a lesão foi na “transição da região miotendínea proximal do tendão reto femoral da coxa esquerda”. Nenhum dos médicos do Santos foi à sala de entrevista do CT Rei Pelé para falar sobre uma nova lesão que afasta Paulo Henrique Ganso dos gramados.

Se ele atuasse amanhã contra o Sport, no Recife, atingiria o seu sexto jogo e não poderia participar do seguinte, diante do Fluminense, para não atingir o limite de sete, que o impossibilitaria de ainda defender outro clube no atual Brasileirão.

Na coletiva após o treino de ontem, Muricy Ramalho ficou irritado com a pergunta se a ausência do meia é problema ou solução e sobre a contusão “alegada” pelo Santos. “Aqui tem gente séria. Não tem nada de alegada”, rebateu o treinador. “Ele fez exame e acusou a contusão. Não é mais como no tempo em que o médico punha a mão na coxa do jogador e perguntava se sentia dor. Aqui é muito sério e parece que vai ficar um bom tempo bem fora”.