Publicidade
Esportes
Craque

Coritiba vence o São Paulo por 2 a 0 e vai à segunda final seguida na Copa do Brasil

No primero jogo o São Paulo fez 1 a 0 com um belo Gol do atacante Lucas no finalzinho da partida. O jogo foi no Estádio Morumbi, em São Paulo 20/06/2012 às 18:52
Show 1
Everton Ribeiro faz o segundo gol do Coxa
Lancepress! Curitiba (SP)

Após vencer a primeira partida por 1 a 0 no Morumbi, o São Paulo não conseguiu segurar a vantagem e foi derrotado por 2 a 0 pelo Coritiba, no Couto Pereira. Os dois gols da equipe paranaense foram marcados de cabeça, e a zaga do tricolor mostrou uma séria deficiência na bola aérea durante todo o jogo. A derrota representou o fim da caminhada do São Paulo na Copa do Brasil, e o Coxa aguarda a definição do outro finalista, que sai do jogo entre Palmeiras e Grêmio, nesta quinta-feira, às 21h, na Arena Barueri.

Como venceu por 2 a 0 no Olímpico, o Verdão pode empatar e até perder por um gol de diferença que se garante na decisão. Esta será a segunda vez consecutiva que o Coritiba irá disputar a final da Copa do Brasil.

 

PRIMEIRO TEMPO

No início da partida, as duas equipes já deixaram claro as respectivas propostas: o Coxa tentou armar uma blitze em cima da saída de bola adversária, enquanto o São Paulo apostava em investidas em velocidade para os contra-ataques. A primeira chance do Tricolor veio logo aos 3 minutos, quando Cortez realizou boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro na área, mas Luis Fabiano não conseguiu efetuar o domínio. Menos de um minuto depois, o Coritiba respondeu em chute forte de Ayrton, que pegou sobra da cobrança de falta. A bola passou acima do gol de Denis.

A melhor opção de ataque para o São Paulo eram as laterais: aos 10 minutos, Rodrigo Caio fez boa descida pela direita e tocou para Jadson, que chutou forte, mas a defesa do Coxa cortou para escanteio com Emerson. Com uma marcação mais acertada, o Tricolor equilibrou o jogo e o Coxa já não conseguia mais pressionar a saída de bola. Pelo contrário: quem adiantou a marcação foram os visitantes.

Depois, o jogo entrou em um período de autêntico "toma-lá-dá-cá": as duas equipes roubavam a bola com muita frequência, mas quando se aproximavam da área adversária, eram desarmadas. Foram cerca de sete minutos sem arremate a gol, lacuna que só foi quebrada com um chute de Lucas aos 24 minutos, após uma bela jogada pelo lado direito do ataque são-paulino. O camisa 7 passou por Lucas Mendes e não viu que Luis Fabiano, livre, esperava pelo passe no meio na área. O chute foi na rede pelo lado de fora.

E, seguindo a máxima "quem não faz, toma", o Coritiba respondeu à tentativa do Tricolor aos 28 minutos, e com gol. Após cobrança de escanteio de Lucas Mendes, Emerson subiu mais alto que Rhodolfo e cabeceou no canto direito de Denis: 1 a 0 Coritiba, igualando o placar do primeiro jogo, no Morumbi.

Aos 31 minutos, por pouco o Coxa não ampliou. Everton Costa entrou com a bola dominada dentro da área e só não marcou o segundo gol porque Rhodolfo fez o corte no momento exato. O Tricolor tentou responder três minutos depois, quando Jadson cobrou falta na área e Edson Silva cabeceou, mas a bola passou muito perto da trave direita de Vanderlei.

A pressão são-paulina continuou aos 38 minutos, quando Luis Fabiano recebeu a bola, limpou a defesa e chutou em cima do calcanhar de Emerson. Na sobra, Lucas chutou forte, mas a bola foi para fora. Depois dos sustos, o Coritiba reequilibrou as ações da partida e, aos 43 minutos, Lucas Mendes obrigou Denis a fazer boa defesa em um chute de fora da área. E assim, sem grandes momentos após este lance, terminou a primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO

Precisando do empate para já definir a classificação para as finais, o São Paulo foi a equipe que teve a primeira boa chance na volta dos vestiários: aos 4 minutos, Cícero fez lançamento para Luis Fabiano, que tentou encobrir o goleiro e mandou a bola para fora.

Após um período de pouca atividade no jogo, novamente o Coritiba respondeu a susto sofrido com gol. Aos 16 minutos, Roberto fez boa jogada pela direita e cruzou para o baixinho Everton Ribeiro, que cabeceou sozinho e com tranquilidade para as redes. Rhodolfo ainda tentou tirar, mas não conseguiu. O Coxa ampliou o placar no Couto Pereira.

O Coritiba só não fechou o caixão pouco depois, aos 19, por conta da falta de tranquilidade do mesmo Everton Ribeiro. O Coxa avançou em contra-ataque com quatro jogadores contra os dois zagueiros do São Paulo, mas o meia chutou em cima da defesa adversária.

Leão, então, mexeu no time: sacou Casemiro e Jadson e colocou Maicon e Fernandinho, visando dar mais velocidade e ofensividade ao Tricolor. E, na base da velocidade, o São Paulo assustou: aos 29 minutos, Lucas recebeu passe de Maicon, avançou pela direita e chutou forte e cruzado, mas Vanderlei fez boa defesa.

Para conter as investidas do Tricolor, Marcelo Oliveira guarneceu o meio-campo com as entradas de Lincoln e Rafael Silva nas vagas de Rafinha e Éverton Ribeiro, respectivamente. E Lincoln já entrou mostrando serviço quando, aos 35 minutos, recebeu bom passe de Willian e chutou raspando a trave esquerda de Denis.

Depois, o São Paulo, desorganizado, tentava chegar a todo custo na área do Coxa, que não conseguia encaixar os contra-ataques. O Tricolor quase diminuiu aos 42 minutos, quando Luis Fabiano recebeu na entrada da área e mandou uma bomba, que passou à direita do gol de Vanderlei. Foi o último suspiro da equipe paulista, que passou todo o tempo dos acréscimos ouvindo a festa dos donos da casa sem conseguir esboçar reação.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 2 x 0 SÃO PAULO

Local: Couto Pereira, Curitiba (PR)

Data/Hora: 20/06/2012 – 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Auxiliares: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO)

Cartões amarelos: Emerson, Lucas Mendes, Sérgio Manoel (CTA); Casemiro, Denilson, Fernandinho, Lucas, Rhodolfo (SPO)

Cartões vermelhos: Não houve.

Renda e público: Não disponíveis.

GOLS: Emerson, 28'/1ºT (1-0); Everton Ribeiro, 17'/2ºT (2-0);

CORITIBA: Vanderlei; Ayrton, Pereira, Emerson e Lucas Mendes; Willian, Sérgio Manoel, Everton Ribeiro (Rafael Silva - 33'/2ºT) e Rafinha (Lincoln - 33'/2ºT); Roberto (Gil 27'/2ºT) e Everton Costa. Técnico: Marcelo Oliveira.

SÃO PAULO: Denis, Rodrigo Caio, Rhodolfo, Edson Silva e Cortez (Willian José - 34'/2ºT); Denilson, Casemiro (Maicon - 19'/2ºT), Cícero e Jadson (Fernandinho - 19'/2ºT); Lucas e Luis Fabiano. Técnico: Emerson Leão.