Publicidade
Esportes
Craque

COT’s Carlos Zamith e Colina ainda não foram utilizados pelas seleções em Manaus

Inglaterra e Itália, as primeiras equipes a desembarcarem em Manaus, para jogar no dia 14 de junho, não usaram os Centros Oficiais de Treinamento (COT’s) 20/06/2014 às 13:06
Show 1
Visão geral do novo campo da Colina, que tem padrão Fifa
AUGUSTO COSTA ---

A Copa do Mundo do Brasil começou há oito dias, mas até agora os Centros Oficiais de Treinamento (COT’s), estádio Ismael Benigno, (Colina), no bairro de São Raimundo, Zona Oeste e Carlos Zamith, no bairro do Coroado, Zona Leste, ainda não foram utilizados por nenhuma das seleções que vieram jogar em Manaus.

Inglaterra e Itália, as primeiras equipes a desembarcarem em Manaus, para jogar no dia 14 de junho, não usaram os COT’s, preferindo fazer apenas o treino de reconhecimento do gramado da Arena da Amazônia Vivaldo Lima (obrigatório).

Apenas os jogadores ingleses Welbeck (atacante) e o volante Chamberlan, que estavam lesionados, fizeram treino físico no COT da Colina, no dia 13, cercados por um “exagerado” esquema de segurança, que envolveu o policiamento local e até helicópteros para proteger os dois jogadores do Englhis Team. Até o momento, o site da Fifa, ainda não confirmou nenhum treinamento para as seleções de Portugal e Estados Unidos, que jogam neste domingo em Manaus.

Exigência Fifa

Até o momento, o COT Carlos Zamith, que seria inaugurado no dia 24 de maio com a partida envolvendo o clássico Rio-Nal do Campeonato Amazonense de Juniores, e que custou R$ 14,5 milhões, teve o evento cancelado por causa do Mundial.

A Colina, com investimentos de R$ 24 milhões e que seria reaberta com o clássico Galo-Preto (São Raimundo e Sul América) só será inaugurada depois do Mundial. “As partidas inaugurais estavam programadas, mas, como a Fifa tinha que receber os locais alguns dias antes do início da Copa do Mundo, foram canceladas. Agora, a abertura ao público só deve acontecer depois da Copa”, disse o diretor técnico da Federação Amazonense de Futebol (FAF), Ivan Guimarães.

Na avaliação de Ivan, Manaus cumpriu com as exigências da Fifa com a construção dos COTs. “Era uma exigência da Fifa para as 12 subsedes. Agora, se a seleções não estão utilizando, fica a critério de cada delegação. Eles estão preferindo treinar na Arena da Amazônia”, avaliou Guimarães.