Publicidade
Esportes
Craque

Curiosidades marcam tabu tricolor no Morumbi contra o Palmeiras

São Paulo não perde para o Palmeiras no Estádio há mais de dez anos. Palmeiras ainda está na zona de rebaixamento 04/10/2012 às 18:32
Show 1
Casemiro e Edson Silva, no treino do São Paulo
Acritica.com Manaus (AM)

Além de seguir na cola do G4 no Campeonato Brasileiro, o São Paulo entrará em campo neste sábado diante do Palmeiras para manter um longo tabu diante do rival atuando no Morumbi. O Tricolor não perde para a equipe alviverde no estádio há mais de dez anos.

O último revés aconteceu no Rio-São Paulo de 2002 - 4 a 2 para o Palmeiras. Desde então, são 18 partidas, com 11 vitórias são-paulinas e sete empates. Neste período invicto, muitas curiosidades marcaram o Choque-Rei (veja a lista abaixo).

Ciente da importância do clássico, o elenco são-paulino tem se preparado muito bem durante a semana. Após a folga na última segunda-feira, o técnico Ney Franco já prepara o time fisicamente e tecnicamente para vencer mais um grande paulista no Brasileiro - ganhou recentemente do Corinthians por 2 a 1, no Pacaembu.

"Independentemente da situação, temos de entrar ligados em campo para não sermos surpreendidos. Qualquer jogo contra o Palmeiras é muito difícil. Clássico é complicado e vamos nos preparar forte para esse confronto", ressaltou Cortez.

Com 43 pontos, o São Paulo está na quinta colocação, a quatro pontos do G4. Por outro lado, o Palmeiras briga para deixar a zona de rebaixamento. Mesmo com o momento do rival, Rafael Toloi esquece tabu e mira em nova vitória tricolor no Choque-Rei.

"É um momento difícil e os jogadores têm de se dedicar mais. É o que eles têm feito nos últimos jogos e será uma partida complicada para a nossa equipe", completou o camisa 4.

Confira curiosidades do tabu:

• Mais jogos

Nestes mais de dez anos de tabu, Rogério Ceni é o jogador do São Paulo que mais esteve em campo. Ao todo, são 16 partidas, nove vitórias e sete empates.

• Artilheiro

Rogério Ceni também o artilheiro neste período, com cinco gols no total. O último foi de pênalti na vitória por 3 a 1, pelo Campeonato Paulista de 2007.

• Maior goleada

A vitória por 4 a 1, pelo primeiro turno do Brasileiro de 2006, é a maior goleada do jejum. Ricardo Oliveira, duas vezes, Alex Dias e Márcio Careca (contra) fizeram os gols são-paulinos.

• Torcida

Os torcedores são-paulinos compareceram em peso desde 2002. Em 2005, o maior público - 60.345 pessoas na vitória por 2 a 0, pela Copa Libertadores.

• Virada

Apenas uma vez o Tricolor terminou o primeiro tempo atrás do placar. No Nacional de 2004, o Palmeiras saiu na frente, mas o São Paulo virou na etapa final para 2 a 1, com gols de Nildo e Cicinho.

• Invicto

Dos jogadores que atuaram em mais de cinco jogos durante o tabu, o zagueiro Edcarlos é o único 100% - são cinco vitórias em cinco jogos.

• Capitão

Além de Rogério Ceni, apenas o lateral-esquerdo Júnior foi capitão do Tricolor no período do tabu. A primeira na vitória por 4 a 2, pelo Paulista. Já a segunda foi no triunfo por 4 a 1, no Nacional.