Publicidade
Esportes
Craque

Danilo brilha, Timão vira e vence o Náutico por 2 a 1

Camisa 20 corintiano mostrou novamente a frieza nas finalizações, marcando dois belos gols e tirando o time da degola 15/07/2012 às 00:47
Show 1
Danilo comemora um de seus gols na vitória corintiana por 2 a 1, em cima do Náutico
Lance ---

O Corinthians conseguiu sua segunda vitória no Brasileirão. Com dois belos gols de Danilo, o Timão bateu o Náutico por 2 a 1, de virada, neste sábado, no Pacaembu. Resultado que tira o Alvinegro, ainda em festa por conta do título da Libertadores há dez dias, da zona do rebaixamento.

O camisa 20 do Timão mostrou novamente sua peculiar frieza nas finalizações, recebendo assistências de Paulinho e Fábio Santos. O gol do Timbu foi marcado pelo volante Elicarlos, em boa jogada individual. 

Com o resultado, o Corinthians foi a oito pontos na competição, deixando a zona de rebaixamento, ao menos até o término da rodada, no domingo. Já o Náutico permaneceu com dez pontos.

Susto e empate

O Náutico começou a partida tentando pressionar o Timão. O time pernambucano buscou o ataque e, aos 4 minutos, já tinha batido cinco escanteios. No entanto, a defesa alvinegra conseguiu lidar com a pressão inicial.

Aos 6, o Corinthians começou a impor seu jogo, com seu primeiro ataque perigoso. Em boa triangulação entre Welder e Romarinho, a bola chegou limpa para Danilo na pequena área. O meia girou e chutou forte, para bela defesa do goleiro Felipe.

O Timão, então, se manteve no campo de ataque, trocando passes com calma.

Aos 20, no entanto, o Náutico conseguiu furar a forte defesa corintiana. Elicarlos tentou o chute de fora da área, a bola rebateu em Chicão e voltou para o volante. Na segunda oportunidade, o jogador não perdoou e colocou no canto de Cássio, abrindo o placar para o Timbu.

A reação alvinegra foi rápida: dois minutos depois, Paulinho cruzou para Danilo, que dominou e soltou a bomba no ângulo de Felipe.

Após os gols, os dois times diminuiram o ritmo. O Náutico ficou com a posse de bola no meio de campo e o Corinthians tentou explorar os contra-ataques, com subidas rápidas de Ralf e Paulinho. No entanto, nenhuma chance perigosa foi criada até o fim do primeiro tempo.

Virada alvinegra
O Corinthians voltou ao segundo tempo mais insinuante. Aos 3 minutos, Danilo fez bom passe de cabeça para Romarinho, que dentro da área, cabeceou para boa defesa de Felipe.

Um minuto depois, Emerson fez grande jogada pela esquerda e cruzou para a área. Após confusão na defesa do Náutico, com duas bolas na trave, a bola sobrou para Danilo, que, em um belo voleio, virou para o Timão.

O time da casa ficou com o domínio da partida após a virada. Com ampla vantagem na posse de bola no meio de campo, o Timão não deixou que o Náutico criasse jogadas de perigo.

Aos 29 minutos, Emerson fez o torcedor acreditar no terceiro gol. Após rápido contra-ataque puxado por Paulinho, o atacante saiu de frente para o gol, mas chutou forte, em cima do goleiro.

O Alvinegro foi superior até o fim da partida. No entanto, aos 45 do segundo tempo, o Timbu quase chegou ao empate. Após má saída de bola de Cássio, Romero tentou encobrí-lo, e a bola bateu no travessão, assustando a torcida corintiana.

Na próxima rodada, o Corinthians viajará ao Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo no Engenhão, quarta-feira, às 21h50. O Náutico receberá a Ponte Preta nos Aflitos, na mesma data, às 20h30.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 1 NÁUTICO

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data-Hora: 14/7/2012 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Márcio Eustáquio S. Santiago (FIFA-MG) e Paulo César Faria (MT)

Renda e público: R$ 735.470 / 23.198 pagantes
Cartões amarelos: Emerson (COR); Martinez e Elicarlos (NAU)
Cartões vermelhos: -
Gols: Elicarlos, 20'/1ºT (0-1); Danilo, 22'/1ºT (1-1); Danilo, 4'/2ºT (2-1)

CORINTHIANS: Cássio, Welder, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Romarinho (Edenilson - 26'/2ºT), Danilo, Alex (Douglas - 34'/2ºT) e Emerson. Técnico: Tite.

NÁUTICO: Felipe, Alessandro (Gladyson - 22'/2ºT), Jean Rolt, Ronaldo Alves e Lúcio; Elicarlos, Souza, Martinez (Breitner - 31'/2ºT) e Kim (Romero - 14'/2ºT); Araújo e Rhayner. Técnico: Alexandre Galo.