Publicidade
Esportes
Craque

De nome novo, Campeonato Amazonense terá patrocínio privado inédito de R$ 250 mil

Com incentivo, Estadual começa com jogo entre Naça e Sulão, dia 16 de fevereiro 14/09/2012 às 10:12
Show 1
Estadual começa com jogo entre Naça e Sulão, dia 16 de fevereiro
Bruno Tadeu Manaus (AM)

Com ajuda da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Estadual de 2013 arrecadará R$ 250 mil através de patrocínio privado. Os dez clubes da competição dividirão a quantia em partes iguais durante o Campeonato Amazonense Chevrolet, o primeiro na história com contrato junto a uma empresa privada, segundo informou o diretor técnico da Federação Amazonense de Futebol (FAF), Ivan Guimarães.

Mesmo ainda sem estádios adequados para fornecer conforto aos torcedores, o Estado irá contar com o apoio graças à uma iniciativa para melhorar os campeonatos estaduais. “É a primeira vez que temos esse tipo de patrocínio. Ele está vindo mais através da CBF, pois estão patrocinando outros campeonatos. Eles pediram para fazer isso com todas as federações”, revelou Guimarães.

O dirigente explicou que a antecipação na divulgação da tabela se deu para demonstrar melhor organização ao patrocinador e atrair novos investidores. “Nós não vamos parar neste patrocínio. Por isso a Federação fez a antecipação da divulgação da tabela do campeonato, definindo tudo para o pessoal verificar que estamos modernizados”, informou.

O valor do patrocínio não será entregue integralmente aos clubes. Isso porque parte do dinheiro será utilizada para a divulgação da marca do patrocinador durante a competição, o que também é estratégia da FAF para atrair outros investidores.  “Isso anima o patrocinador. Quando outro comerciante vê uma marca como a Chevrolet entrando no campeonato, ele vai querer entrar também. Não tenho dúvida de que outros patrocínios virão”, estimou Ivan Guimarães.

Mais tempo para todas as equipes

Mais curto e com adequações para atrair torcedores aos estádios, a fórmula de disputa do Campeonato Amazonense sofreu algumas alterações em comparação com as edições anteriores. Serão dois grupos com cinco equipes, que se enfrentam entre si no primeiro turno e duelam com times da outra chave no segundo.

Ivan Guimarães disse que a decisão pela mudança foi unânime entre os dirigentes dos clubes. “Todos acharam que essa mudança deveria acontecer para diminuir a sequência de jogos. Assim, os times terão mais tempo de preparação entre uma partida e outra”, constatou.

As partidas deverão ser realizadas em horários diferentes dos jogos transmitidos pela TV. A medida visa evitar estádios vazios durante o Estadual. “O torcedor amazonense gosta muito do futebol carioca, então isso ajuda para ele participar com a gente. Ele assiste ao jogo na TV na quarta e vai prestigiar o campeonato na terça. Isso ainda será discutido com os clubes”, ressaltou.