Publicidade
Esportes
Craque

Depois de agressão a árbitro, Iranduba decide não afastar Dérlan do time

Segundo o diretor de futebol, Dirceu Vasconecelos, o zagueiro deverá receber a punição pela violência contra o árbitro João Batista Cunha, mas permanecerá no elenco do clube 05/04/2012 às 13:26
Show 1
Após receber cartão vermelho no jogo Derlan parte pra cima do árbitro
Lorenna Serrão ---

O Diretor de futebol do Iranduba, Dirceu Vasconcelos afirmou que o zagueiro Dérlan continuará no time, mesmo depois da agressão no árbitro João Batista Cunha no jogo contra o São Raimundo, nesta quarta-feira (04), no Estádio Álvaro Maranhão (a 34 quilômetros de Manaus). Segundo o dirigente o atleta errou ao partir para violência, mas o juiz também teve a sua parcela de culpa.

“A arbitragem do amazonense é vergonhosa e vem roubando a cena do futebol local, o árbitro errou ao ouvir o bandeirinha e em seguida expulsar injustamente o Dérlan que estava do outro lado do campo pronto para cobrar uma falta, por isso estamos com ele. É claro que não aprovamos a violência, mas vamos o dar o apoio necessário, ele deve cumprir a sua pena e continuará fazendo parte do time do Iranduba”, comentou Vasconcelos.

Segundo a advogada da Federação Amazonense de futebol, Maria Benigno, Dérlan pode ser enquadrado no artigo 254-A do Conselho Nacional Esportivo (CNE) com punição prevista de 180 dias de suspensão.