Publicidade
Esportes
Craque

Depois de seis anos afastado, Luis Carlos Martins volta a comandar um time e sonha em dirigir o Galo

O treinador voltou a dirigir o Libermorro, desta vez na categoria infantil. Logo no primeiro ano chegou à final para decidir com o Nacional 28/10/2012 às 15:20
Show 1
Luis Carlos Martins, tecnico do Libermorro
Carlos Eduardo Souza Manaus (AM)

O técnico Luis Carlos Martins, atual comandante do Libermorro na categoria infantil e, que ficou seis anos afastado dos gramados, disse que seu trabalho no Lili o credencia para trabalhar em uma equipe profissional do Amazonas e não descarta o Rio Negro.

Luis Carlos, que já dirigiu o próprio Rio Negro na década passada, mas que iniciou sua carreira no Libermorro em 1993, afirmou que manteve contato com a diretoria do Rio Negro, mas sabe que tem concorrentes à altura.

“O Iane terminou bem o Amazonense do ano passado e seria um bom nome. Ele tirou o Galo de uma fase muito difícil e evitou mais um rebaixamento. Mas estou aberto para conversas”, disse Luis Carlos.

Em relação à final do Amazonense Infantil, no qual está enfrentando o Nacional – empatou a primeira partida em 1 a 1 -, o treinador disse que está retomando o trabalho no Libermorro que estava há muitos anos parado e, que o Nacional tem a obrigação de vencer, pois tem atividades durante  todo ano.

“O Nacional tem uma boa estrutura e te um trabalho feito nas escolinhas. È muito complicado. Esse empate foi uma vitória para nós, porque tomamos um gol, perdemos um jogador por expulsão e ainda buscamos o empate. Vamos tentar levar no segundo jogo”, disse Luiz.

A final vai ser no próximo sábado no Campo do 3 B, em Aparecida. Sobre o campo, no qual Nacional e Libermorro fizeram o primeiro jogo, Luis Carlos disse que acabou favorecendo o Nacional, pois, o clube está acostumado com um bom gramado.