Publicidade
Esportes
Craque

Derby paulista no Itaquerão decide vaga da final do Paulistão

Palmeiras e Corinthians fazem uma das semifinais do Campeonato Paulista no novo estádio do Timão. Em partida única, o time do Parque São Jorge defende longa invencibilidade em sua nova casa 17/04/2015 às 22:53
Show 1
Santos decide vaga na final do Paulistão dentro da Vila Belmiro.
Denir Simplício Manaus (AM)

A missão do Palmeiras contra o Corinthians na tarde deste domingo, no Itaquerão,  pode até ser considerada como impossível se levarmos em conta os números que envolvem o Derby paulista. Sem vencer o arquirrival há quase quatro anos, o time palestrino ainda lutará contra outro tabu: quebrar a invencibilidade de 31 jogos do Timão em seu novo estádio.

A única derrota do Timão em sua luxuosa Arena ocorreu para o Figueirense, no dia 18 de maio do ano passado. Justamente na inauguração do estádio que serviu de palco de abertura da Copa do Mundo. Desde então o “bando de loucos” solta incessantemente o grito: “Caiu no Itaquera, já era!”. E o Verdão já caiu na nova casa corintiana. No primeiro e único clássico disputado no Itaquerão, em julho do ano passado, pelo Brasileirão de 2014, o Porco perdeu por 2 a 0.

Muita coisa mudou no Verdão desde então, a equipe que quase foi rebaixada no último Campeonato Brasileiro foi totalmente reformulada. A diretoria palmeirense contratou por atacado e trouxe 20 novos atletas. Da equipe que foi derrotada na Arena Corinthians, poucos escaparam da barca alviverde.  

O torcedor palestrino mais desavisado vai pensar que é brincadeira, mas na última vez que o Palmeiras venceu o Timão, o goleiro “São Marcos” ainda defendia o gol da equipe. O feito aconteceu no distante 28 de agosto de 2011, em jogo válido pelo Brasileirão daquele ano, e o jogo foi disputado em Presidente Prudente.

Para o “mata” com o Timão, Osvaldo de Oliveira está contando com uma boa apresentação do chileno Valdívia, que fará dupla no meio-campo do Dudu. Zé Roberto se recupera de lesão e fará teste antes da partida.

Missão sono
No Corinthians as ausências de Guerrero e Emerson Sheik são certas. O primeiro contraiu dengue e o segundo cumpre suspensão automática. O técnico Tite dará mais uma chance a Vagner Love, que fará dupla com o colombiano Mendoza no ataque do Timão. Aliviado com a classificação à fase de grupos da Libertadores, Tite se preocupa apenas com o desgaste da equipe que vem numa frenética sequência de jogos. Para isso a comissão técnica montou a ‘missão sono” para fazer com que os atletas descansem ao máximo antes do clássico de hoje. Foi pedido para os jogadores que deixassem de lado Televisão, celulares e vídeo games, para que o sono seja priorizado.