Publicidade
Esportes
Craque

Dia do motociclista será marcado por passeio de conscientização a segurança no trânsito, em Manaus

A concentração começará as 18h30, na sede da concessionária Manaus Motocenter, na rua Leonardo Malcher, e a largada com destino a Ponta Negra, às 20h 27/07/2012 às 01:16
Show 1
Passeio ciclístico para comemorar os dia do motociclista será nesta sexta em Manaus
Lorenna Serrão Manaus

Liberdade, prazer e adrenalina. É o que os motociclistas dizem sentir ao andar de moto. Mas, infelizmente, essas não são as únicas sensações causadas pela pratica. De acordo com dados do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Transito – Manaustrans, em Manaus, só no primeiro semestre, foram registrados 1143 acidentes envolvendo os veículos de duas rodas, com 29 vitimas fatais, uma crescente de 123,08% em comparação com o ano passado.

Pensando nisso, a Manaus Motocenter realizará um passeio ciclístico nesta sexta-feira, 27 de julho, dia do motociclista, para conscientizar os condutores. A concentração começará as 18h30, na sede da concessionária, na Rua Leonardo Malcher e a largada com destino a Ponta Negra, às 20h. Segundo Luiz Abdala, gerente comercial da empresa, esta será a 15ª edição do evento.

“Nosso intuito é comemorar o dia do motociclista e também fazer uma campanha de conscientização, por isso vamos distribuir informativos com dicas de segurança no trânsito. Vamos vender camisas com a frase “Paz no Trânsito”, no valor de R$ 15 e todo o dinheiro arrecadado será doado ao Grupo de Apoio a Criança com Câncer – GACC”, disse Abdala.

A frota de motos em Manaus é de 120.525 (13,48% a mais que em 2011). Algumas pessoas enxergam no veículo de duas rodas uma alternativa rápida e eficiente para se livrar dos engarrafamentos quilométricos cada vez mais frequentes na cidade. Mas também é comum encontrarmos os apaixonados pelas motos, como o fotógrafo, Michael Dantas. Ele conta que a sua “paixão” surgiu aos 12 anos.

“Eu gosto de moto desde muleque, ganhei uma mobilete do meu pai quando tinha 12 anos e praticamente cresci andando de moto por aí. Eu lembro que antes nem usava capacete, mas hoje em dia a coisa mudou, com esse trânsito de Manaus e o aumento do número de motociclistas irresponsáveis, não dá mais para vacilar, o cuidado tem que ser dobrado” comentou Dantas.