Publicidade
Esportes
Craque

Diretor-médico da Fifa vai montar equipe de especialistas para Copa de 2014, em Manaus

Ortopedista André Pedrinelli participará do 1º Congresso Integrado de Ortopedia no Amazonas, que acontece entre os dias 18 e 20 deste mês, no Centro de Convenções Plaza 16/10/2012 às 09:31
Show 1
Francisco Mateus - Diretor-médico da Fifa vai ajudar na montagem de equipe local de especialistas para Mundial
Adan Garantizado Manaus

Estádios, mobilidade urbana, aeroportos, segurança e o futebol apresentado pela Seleção. Toda vez que a Copa do Mundo de 2014 entra em pauta, ao menos um dos assuntos citados acima é discutido. Mas o mundial de futebol no Brasil tem um “universo” de assuntos que, apesar de explorados timidamente, serão essenciais para o bom funcionamento da Copa daqui há dois anos.

A medicina esportiva é uma delas. Seja na qualificação profissional ou na estrutura oferecida para os atletas, Manaus ainda precisa evoluir se quiser fazer bonito em 2014. Para colocar o assunto no centro das discussões, a capital amazonense recebe o diretor do centro médico de excelência da Fifa no Brasil, ortopedista André Pedrinelli. O médico participará do 1º Congresso Integrado de Ortopedia no Amazonas, que acontece entre os dias 18 e 20 deste mês, no Centro de Convenções Manaus Plaza.

A presença de Pedrinelli no congresso promovido pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, Regional Amazonas (SBOT-AM) é de extrema importância. Durante o congresso, o diretor médico da Fifa vai ajudar na montagem de uma equipe local de especialistas, que estará de prontidão para atender qualquer caso de lesão ou trauma em atletas durante jogos da Copa do Mundo em Manaus.

“Há oito meses, começamos a montar esse grupo de trabalho. Temos uns 15 profissionais de vários segmentos envolvidos. São ortopedistas, cirurgiões, fisioterapeutas, nutricionistas. É preciso ter esta visão multidisciplinar. A presença do doutor Pedrinelli aqui servirá para consolidar este grupo, que estará pronto para fazer qualquer tipo de atendimento durante a Copa do Mundo”, destacou o presidente da SBOT-AM, Francisco Mateus.

Pedrinelli deve desembarcar amanhã na capital amazonense. O ortopedista lembra que existe um bom número de especialistas em medicina esportiva em Manaus e que há material humano suficiente para a montagem da equipe.

“Temos bastante gente capacitada. Só de cabeça, lembro de uns oito colegas ortopedistas com titulação em medicina esportiva. Temos bastante fisioterapeutas com esta especialização também. O que precisamos fazer é juntar toda esta turma para trabalhar junta e utilizar seus conhecimentos durante as partidas da Copa do Mundo aqui em Manaus”, finalizou Mateus. As inscrições para o congresso integrado de ortopedia podem ser feitas no site da SBOT (www.sbot-am.com.br) e custam R$ 50 para estudantes e R$ 150 para profissionais.

Dr. Francisco Mateus - ortopedista e presidente da SBOT/AM

1  A estrutura física da Medicina em Manaus é suficiente para atender a demanda de uma Copa?
Atualmente não temos uma estrutura satisfatória. Precisamos evoluir nesta área. O Amazonas precisa disto, não apenas para a Copa do Mundo. A presença do Dr. Pedrinelli em Manaus vai ajudar bastante. Há material humano e um bom grupo de profissionais com titulação em medicina esportiva.

2  O que significa, para o profissional de Medicina, uma participação em uma competição como a Copa do Mundo?
É algo que engrandece o profissional. Colocar uma participação em uma Copa no currículo motiva. Mas lembro que é preciso sempre ter uma visão interdisciplinar e englobar profissionais de diversas especialidades. Vamos precisar de nutricionistas, infectologistas, cirurgiões, fonoaudiólogos, fisioterapeutas. Vamos tratar sobre todas as áreas no congresso. E esperamos ter sucesso nestas ações.