Publicidade
Esportes
Craque

Discreta, República Dominicana tem jogador do Real Madrid e anseio de surpreender o Brasil

Embora estreantes pela seleção principal de seu país, jogadores querem fazer de seu talento e experiência internacional uma ferramenta valiosa para  desafio contra a Seleção olímpica do Brasil. 08/10/2015 às 15:49
Show 1
O lateral direito Luismi Quezada já foi campeão espanhol pelo Real de Zidane
Felipe de Paula Manaus (AM)

Longe de ter o mesmo assédio e atenção reservada à Seleção Brasileira, a discreta equipe da República Dominicana, que enfrenta o time olímpico do Brasil nesta sexta-feira (9), às 20h, em amistoso na Arena da Amazônia, tem em seu plantel jogadores que, apesar de jovens, têm experiência de sobra no futebol europeu e, sem tirar os pés no chão, anseiam por surpreender o time canarinho dentro de sua própria casa.

É o caso do lateral esquerdo Junior Firpo e do lateral direito Luis Miguel – ou simplesmente Luismi – Quezada Sánchez, ambos de 19 anos de idade. Embora estreantes pela seleção principal de seu país, os dois jogam em times da segunda e terceira divisão européia e querem fazer de seu talento e experiência internacional uma ferramenta valiosa para  desafio contra a Seleção olímpica do Brasil.

“Eu creio que temos bastante potencial para tentar surpreender o Brasil”, disse Firpo, atleta do Real Betis, time que já contou com os brasileiros Denilson e o atual artilheiro nacional Ricardo Oliveira. “Para mim é um orgulho representar o meu país e jogar contra o Brasil. Nunca joguei um jogo de tamanha magnitude”, admite o jogador, que cita como referências no time brasileiro o volante Lucas, o atacante Kennedy e o lateral Wendell.


Luis Miguel, outra promessa do futebol dominicano, é atleta do Real Madrid, pelo qual já foi campeão da Liga Espanhola Juvenil e até participou da Liga dos Campões no time comandado pelo ex-astro do Real, Zinedine Zidane. Atualmente, joga emprestado ao Olot, de Girona, na Espanha. Ao CRAQUE, o jogador também falou em orgulho em jogar contra o Brasil.

“É uma das melhores seleções do mundo. Espero que joguemos bem e que o Brasil vá bem preparado para os Jogos Olímpicos”, disse o altruísta Luis Miguel, que, assim como Firpo, já pertencia à seleção Sub-23 de seu país. A República Dominicana não tem mais chances de classificação para a Copa da Rússia nem para os Jogos Rio 2016.