Publicidade
Esportes
FINAL DO CARIOCA

Botafogo e Vasco fazem o primeiro ato da final do Campeonato Carioca

É domingo de Páscoa e também de clássico decisivo no futebol. Quem é que vai levar a taça? Primeiro round é no Engenhão 01/04/2018 às 05:25
Show zcr0301 01f
(Vitor Silva/SSpress/Botafogo)
acritica.com Manaus (AM)

O domingo de Páscoa também é dia de clássico pela final do Campeonato Carioca. Botafogo e Vasco voltam a se encontrar em uma final de Campeonato Carioca às 15h, no estádio Nilton Santos. O Vasco tem fama de distribuir chocolates na Páscoa (como foi na Taça Guanabara de 2000 contra o Flamengo), mas jogando em casa, o Fogão quer deixar o domingo dos botafoguenses mais doce.

Para evitar que o “coelhinho” vascaíno apronte das suas, uma das principais estratégias do Glorioso é investir na defesa, um dos pontos fortes do time de Alberto Valentim.“Dessa forma (vencer o Vasco pela defesa), mas acho que o ataque esteve muito bem. Não criou tanto como em outros jogos, mas foi muito eficaz. Não foi só pela defesa, mas pelo ataque”, disse o zagueiro Joel Carli em entrevista coletiva.

Um dia antes, o goleiro Jefferson, que com a volta de Gatito ao Botafogo não sabe se será titular contra o Vasco, analisou o adversário e falou em jogar estrategicamente. “Temos que fazer uma final com estratégia. Não adianta entrar com essas equipes como entramos contra o Flamengo. O que temos de levar do jogo com o Flamengo é a garra, o Vasco tem jogadores experientes, eles têm uma marcação muito forte. Vamos ter que estudar muito bem”.

Apesar dos jogos desgastantes, as equipes terão pouco tempo para se recuperar. Um dia após a partida contra o Flamengo, o Botafogo começou os trabalhos de recuperação física em General Severiano. O Vasco fez o mesmo em São Januário na sexta-feira. 

“Agora é descansar. Começamos a ver a condição dos atletas. Foi muito desgastante. Entre as duas partidas contra o Botafogo ainda temos o jogo da Libertadores. Botafogo mostrou que está em crescimento, precisamos estar bem para fazer dois bons jogos. Temos um grupo muito bom, um ambiente muito bom. Só estamos trabalhando para que isso se mantenha. Não temos uma equipe fortíssima individualmente, mas tentamos tirar isso no coletivo. São inteligentes e se respeitam” , pontuou o técnico do Vasco, Zé Ricardo, que terá uma semana apertada com o jogo contra o Cruzeiro, no Mineirão, na Libertadores. No próximo domingo, faz o segundo jogo contra o Botafogo pelo Carioca.

As duas equipes se encontraram em finais nos últimos três anos. Foram duas vezes na final do Carioca e uma na final da Taça Rio e o Vasco levou a melhor em todas as oportunidades: foi bi campeão estadual (2015 e 2016) e faturou a Taça Rio (2017). No retrospecto geral, será a sétima vez na história que as equipes decidirão o troféu estadual, e o lado de General Severiano saiu vibrando mais vezes: 4 a 2.

Publicidade
Publicidade