Publicidade
Esportes
ESPORTE NA FLORESTA

Cleomildo Gonçalves, o 'Galvão da Amazônia' que narrou os jogos da floresta

Juntamente com os dois irmãos, Raimundo Lacerda e "Balica", o Galvão da Amazônia narrou todos os movimentos dos jovens que disputaram os jogos 19/03/2017 às 09:36 - Atualizado em 19/03/2017 às 11:14
Show zcr0419 04f
Durante as partidas "dramáticas", Galvão gritou muito "olha o gol" durante as Olimpíadas (Foto: Clóvis Miranda)
Camila Leonel Manaus (AM)

Olimpíada que se preze tem que ter uma narração à altura e na Olimpíada na Floresta não foi diferente. Todos os lances que aconteceram na Arena Pererão e Pererinha eram narrados por Cleomildo Gonçalves, conhecido como Galvão da Amazônia, apelido que ganhou nas comunidades por onde passou. Ele conta que começou a narrar após pendurar as chuteiras que passaram por campos das comunidades Amazonas a dentro.

Ele confessa que Galvão Bueno influencia muito nas narrações, prova disso era o famoso “olha o gol” sempre que a bola balançava as redes do campo Pererão. “Eu ouvia a Difusora e imitava o Carlos Carvalho, ouvia os jogos do Nacional, mas é assim, eu imito o Galvão porque quando imito ele eu vou longe. Imitando os outros a narração não vai longe”.

Apesar da experiência, ele avisa que narrar não é fácil. “Pra mim é uma grande honra me convocarem pra narrar as Olimpíadas, mas é complicado. Tem que ter muita inteligência pra narrar. Não é qualquer um que enfrenta isso. Tem dois estádios, a gente fica traumatizado e não sabe se vai atender, mas assumi isso e tá tudo ótimo”.

Nos comentários, quem assumia o microfone era o irmão de Cleomildo, Raimundo Lacerda, que fica responsável por comentar os lances. “Saber o nome dos jogadores, saber como tá as equipes, saber como tá as possibilidades de posse de bola, o clima... tudo isso”, elenca.  Raimundo Lacerda também ficou responsável por narrar os jogos de sábado, já que como o Galvão, verdadeiro, a versão amazônica também narra os jogos mais importantes. “Eu preferi vir pra final porque é bem melhor. Os jogos são mais importantes, né? Hoje os jogos estão muito bons”, disse Cleomildo.

Cleomildo fala que a temperatura é garantida “a partir de um GPS que o meu irmão tem, a gente sabe exatamente o clima”, garantiu. Além de comentarista, Raimundo também era técnico da equipe de São José do Mecejana. “Eu posso nem falar muito porque tô emocionado de ver as minhas equipes ai. Não importa se elas ganharem ou perderem, estamos aí”.